Decorre até 18 de julho a 35ª. edição do Festival de Teatro de Almada. Pela mão da Companhia de Teatro de Almada, mentora do evento, estão prometidas várias estreias, e a apresentação de mais de duas dezenas de espetáculos nacionais e internacionais, entre eles quatro estreias.

Este é um festival que acontece anualmente, cuja ponto central é o Teatro Municipal Joaquim Benite, em Almada, mas que chega também a algumas salas do outro lado da margem, em Lisboa, como o Teatro São Luiz, o D. Maria II, o Teatro do Bairro e o Centro Cultural de Belém. Atores como Pedro Caeiro, Carla Bolito, Vera Kolodzig e Beatriz Dias, entre muitos outros, são alguns dos nomes que compõem os elencos de peças como “Nada de Mim”, “Lulu”, e “A Meio da Noite”.

Para além do teatro, está também prevista uma programação paralela que inclui, por exemplo, um curso com a bailarina Olga Roriz, e duas exposições: “O Pomar das Romanzeiras para Yvette Centeno”, no átrio da Escola D. António da Costa, e “Velho Sol”, na Casa da Cerca – Centro de Arte Contemporânea.

Apesar de contar com o apoio da Câmara Municipal de Almada, é de recordar ainda que toda esta oferta cultural esteve em risco de não se realizar devido à mais recente polémica dos cortes no apoio financeiro da Direção Geral das Artes ao teatro.

créditos: Ahmad O., Unsplash.