O Apocalipse segundo Fernando Pessoa e Ofélia Queirós é um espectáculo multidimensional de música, dança, teatro e multimédia. O guião é de Paulo Borges e vai estar em cena nos dias 12, 13 e 14 de Outubro, em estreia nacional, no Teatro do Bairro, no Bairro Alto, Lisboa. O espectáculo começa pelas 21h30.

É um espectáculo inovador que cruza diversas artes como literatura, poesia, música, teatro, dança e multimédia e formam uma unidade artística que traz uma perspectiva de Fernando Pessoa diferente.

A peça parte de uma ideia de reencontro de Fernando Pessoa e Ofélia Queirós no Cais das Colunas, num plano intemporal e visionário muito ligado ao imaginário de Lisboa, do Tejo e do Atlântico. O modelo é inspirado no Apocalipse segundo São João.

Paulo Borges convidou uma equipa de artistas para colaborar neste espectáculo. O trabalho de imagem e multimédia ficou a cargo de Luís Fernandes, a direcção musical e composição original é de Rui Filipe Reis e a Amálgama Companhia de Dança | Sandra Battaglia foi a responsável pela coreografia e direcção de movimento.

Os bilhetes têm o preço normal de 12 euros. Os jovens pagam o valor de 7,50 euros e o valor desce para 5 euros no caso de terem cartão do Teatro do Bairro.