Hoje encontrámos o Luís Leitão, também conhecido por FOQUE, que lança o seu álbum CABUM no próximo dia 6.

Qual é o objecto que te define?

Neste momento, o objeto que provavelmente mais me define deve ser o meu computador. É aquele objeto que já está quase integrado em mim e que não só o uso diariamente mas também intensivamente. Desde que me comecei a dedicar mais à música que “ele” tem sido um dos melhores amigos!

O que é uma ideia?

Um conjugação de factores físicos e abstractos. É apenas o nome atribuído ao momento em que se faz luz nas nossas cabeças.

Com que idade te sentes?

Sinto-me exactamente com a idade que tenho, 22 anos. Nem a mais nem a menos. Sinto que sou um jovem no seu tempo!

E qual é a tua memória mais antiga?

É-me complicado situar a minha memória mais antiga porque a cronologia nunca foi um dos meus pontos fortes. Existem duas ou três memórias que consigo situar como sendo das mais antigas. Uma delas é de estar de férias com os meus pais na Madeira. Nessa viagem lembro-me de ver o meu pai e o meu irmão a fazerem a descida de cestos e de eu ficar no cimo da estrada pois tinha medo. Mesmo assim não consigo ter uma memória precisa. Penso também que isto pode ser uma memória criada por ouvir tantas vezes esta história a ser contada cá por casa.