Hoje, o Gil encontrou-se na esquina com o João Carola, autor de BD.

Qual é a tua memória mais antiga?

É-me muito dificil responder-te. Primeiro porque tenho pouca memória, segundo porque a que tenho não é lá muito organizada e terceiro porque eu quando era puto tinha uma imaginação demasiado rica (era um granda mentiroso portanto). Eu posso-te dizer que a minha memória mais antiga é de estar deitado em cima do peito do meu pai, a ser embalado pela sua respiração enquanto ele me canta suavemente uma simples canção para eu adormecer, mas, a probabilidade de isto ser tudo peta que contei a mim próprio é bastante grande.

E o teu lugar favorito?

Agora o meu lugar favorito é este belo sofá em que me encontro sentado. Daqui a bocado o meu lugar favorito vai ser o metro quadrado a frente do meu frigorifico. Antes de me deitar vai ser a varanda da minha sala. Logo a seguir, a minha cama. 

É um lugar líquido portanto.

Qual foi a última vez que testemunhaste algo de transcendente?

Acho que não quero que a minha mãe saiba, por isso desculpa, mas abstenho-me desta. 

E qual foi a última vez que te sentiste orgulhoso de algo que tenhas feito?

Todos os dias sinto-me profundamente orgulhoso de alguma coisa que fiz, assim como todos os dias me sinto profundamente decepcionado. Acho que é uma questão de equilíbrio. 

Entrevista por Gil Sousa