Cinema é cultura portuguesa! Vem aí o FESTin, um festival de cinema de língua portuguesa. Qual o espaço escolhido? O São Jorge, que tu tão bem deves conhecer. Não? Então aqui está um bonito pretexto. De 1 a 8 de Março, vais poder assistir a cerca de 80 filmes com origem nos países que partilham connosco a mesma língua. O festival tem como objectivo promover o encontro de culturas e uni-las num contexto positivo, contribuindo para a inclusão social. São boas razões, não achas?

O FESTin é organizado desde 2010. Podes ver aqui como foram as edições anteriores! E perguntas tu se há outras coisas que ainda podes ver? Há sim! Oficinas, mesas redondas, seminários e outras surpresas!

5 sugestões Gerador: 

1 de Março, quarta-feira

Ana Crónica (PT, 2015, 19 min. Luís Queiroga Ferraz)

Esta curta-metragem leva-te numa viagem pelas paisagens desertas do mundo rural, onde vais conhecer a Ana e o Manuel.

2 de Março, quinta-feira

O fantasma do Novais (PT, Margarida Gil, 90 min. Com a presença da realizadora)

Um filme sobre o jornalista Joaquim Novais Teixeira, um nome importante quando falamos da crítica de cinema e, claro, de cultura portuguesa! :)

3 de Março, sexta-feira

O Dia do Meu Casamento (PT, 2016, 27 min. Anabela Moreira e João Canijo, com a presença dos realizadores)

Qual é o melhor dia para casar? Não sabemos. Mas será, certamente, um assunto a discutir depois de assistirmos a esta curta-metragem. :)

4 de Março, sábado

Uma Vida à Espera (PT, Sérgio Graciano, 93 min. Com a presença do realizador)

Jardim da Parada, em Campo de Ourique, conheces? É um dos cenários que vais poder ver no filme. Esta é a história de um sem abrigo e da relação com o seu filho, uma realidade difícil de encaixar.

6 de Março, segunda-feira

Avô crocodilo (PT, Francisco Rosas, 50 min. Com a presença do realizador e do produtor Ricardo Dias)

Um documentário sobre o massacre de Santa Cruz, em Timor Leste, filmado em 1991 pelo repórter Max Stahl. Passados 25 anos, é fundamental olharmos para trás.

Podes consultar aqui a programação. Vá, não faças um filme, vem mas é daí! :-)