No dia 5 de maio, pelas 21 horas, o Festival Internacional de Música do Algarve apresenta “Sinfonia Trágica” com a Orquestra da Extremadura pela batuta do seu maestro titular e director artístico, Álvaro Albiach, no Teatro das Figuras, em Faro. 

O nome deste espectáculo tem origem em Schubert, nomeadamente na sua sinfonia “Trágica”, a primeira das duas únicas sinfonias que o compositor escreveu no modo menor, tradicionalmente associado à ideia de tristeza. Kodály e as suas “Danças de Galanta”, baseadas numa publicação de cinco danças típicas da região de Galanta e de manifesta influência cigana nos seus ritmos e melodias, são a proposta seguinte do reportório que se completa com o “Concerto para Saxofone em Mi bemol maior, Op. 109”, uma obra de tipo romântico de Glazunov, que será interpretado pelo solista David Alonso.

Mais informações:

Classificação etária: maiores de 6 anos
Preços: € 12,00
Duração do espetáculo: 60 minutos, com intervalo