Mesclado por Alex Chinaskee

As escolhas do Alex Chinaskee são a prova viva de que se continua a fazer música bonita em Portugal! :-) 

Filipe Sambado – Já Não Vou Sair Daqui

Descobri o disco do Filipe por ser um grande fã da Spring Toast Records. Vi-o pela primeira vez no MusicBox na 3ª Noite Colado e esta canção comoveu-me imenso. Desde aí sempre que o Filipe não a toca eu fico triste.

Mighty Sands – Love Son

É muito difícil escolher a minha música preferida dos Mighty Sands porque todas têm um lugarzinho no meu coração. Então fico-me pelo single do Big Pink Vol.2 porque é uma jarda ao vivo.

Old Yellow Jack – I Found Oil

Continuando no tema “Jarda”: Foi a música que mais me bateu quando o Magnus saiu cá para fora em 2015. No dia 30 de Janeiro estavam a apresentá-lo no Sabotage e o Bruno Pedro Simões subiu ao palco para tocar “theremin” nesta malha e o público destruiu a sala. Dia 21 de Janeiro foi a despedida desta banda e convidaram-me para subir ao palco nesta música e digamos que a sala ficou igualmente ou ainda mais destruída que o concerto de 2015. #RIPOYJ

Jasmim – Primavera

Quando Jasmim nasceu o mundo tornou-se um lugar melhor. Só escolho esta música porque é a única disponível e porque não posso escolher discos inteiros (que estão para sair, espero).

Duquesa – Times

O Nuno sabe fazer rock’n’roll mas também sabe fazer pop rock. Este pop rock é lindo, a produção parece que foi feita para os meus ouvidos se derreterem em alegria. Para além de que a sua nova canção, agora em português, está linda e estou muito excitado para o disco a sair em Fevereiro.

El Salvador – Derradeira

É o meu despertador ao mesmo tempo porque é curta, cheia de energia e diz tudo o que tem de ser dito. Cuca Monga até ao fim. Quero tanto um disco novo.

Os Pontos Negros – Cola-me no Chão

Das minhas canções portuguesas preferidas. Não consigo falar desta música, mas se a ouvirem perceberão o que quereria dizer se conseguisse.

Sun Blossoms – GLUE

Ouvir aqui ;-) 

Toda a gente se transforma numa canção. A vida de cada um por mais desinteressante que seja daria uma música. E para mim esta música é a vida do Alex. Pelo menos imagino-o a ouvir a sua própria música enquanto anda de skate.

Cave Story – Ghost Steps

Ouvir aqui ;-)

Os Cave Story para além de serem os maiores bacanos são os maiores da tuga. Não consigo não gostar de uma única malha que eles põem cá fora por isso ponho uma das primeiras deles nesta lista.

Galgo – Pivot

Estes queridos nunca deixam de me surpreender. O João e a Joana aguentam a massa de som que o Miguel e o Alex disparam contra nós com toda a firmeza. É impossível não dançar quando ouvimos Galgo, seja em estúdio seja ao vivo. A Pivot está no disco para relembrar a todos que pensar faz emagrecer e que dançar não é pecado, por isso não faz endoidecer.