Como te tínhamos dito aqui, o Muro Festival de Arte Urbana arranca já no próximo dia 25 de Maio e até 28 de Maio, em Marvila. E são muitas as empenas que já estão a ser pintadas por artistas brasileiros, equatorianos, colombianos, mexicanos, espanhóis, venezuelanos e, claro, portugueses! :-)

Para além das obras de arte urbana, que estão prestes a nascer neste bairro lisboeta, há ainda um conjunto de outras actividades que vão acontecer ao longo dos vários dias, desde concertos, workshops, aulas de skate ou mesmo conversas.

Mas hoje é dos artistas de arte urbana que te queremos falar. Vamos a isto? :-)

ALECRIM – PORTUGAL

Nuno Alecrim é um artista nacional que estudou Comunicação e Design Gráfico e que agora explora o universo das artes plásticas. A sua arte é inspirada pela natureza e contacto com diferentes culturas. Minimalismo, geometria, texturas e padrões são o seu foco principal. No seu trabalho, usa várias técnicas: pintura, serigrafia, xilografia e stencil; Bem como diferentes materiais: cordas, lã, plantas e outros elementos.

Vê mais do seu trabalho aqui

CIX MUGRE – MÉXICO

Writer mexicano e membro da Mugre Crew. Cix especializa-se em personagens de desenhos animados que ele explora em cores vibrantes e fluorescentes. Além dos temas quotidianos, o artista também trabalha com elementos da cultura mexicana pré-hispânica.

Vê mais do seu trabalho aqui

FLIX – VENEZUELA

FLIX realiza intervenções no espaço urbano com diferentes materiais, transformando-o num cenário diferente. Com o seu trabalho, o artista pretende provocar emoção e um novo olhar para o espaço urbano que percorremos diariamente.

Vê mais do seu trabalho aqui

GLEO – COLOMBIA

Uma artista colombiana que estudou Artes Visuais e Design Gráfico. Artista urbana desde 2007,  começou a intervir nos murais da sua cidade, Cali. Participou em vários projetos artísticos, como o Festival Constructo Arte, no México; Transfert 6, na França e Festival Latino Americano, no Paraguai.

Vê mais do seu trabalho aqui

GODMESS – PORTUGAL

Obcecado pelo desenho desde tenra idade, o artista GODMESS foi para a Escola de Arte Soares dos Reis, no Porto. Aí, ele começou a entender a arte como um assunto plural e começou uma jornada de crescimento pessoal e artístico essencial para o seu trabalho.

Vê mais do seu trabalho aqui

GUILHERME KRAMGUILHERMEER – BRASIL

Nascido e criado em São Paulo, Guilherme desenha desde cedo. Explorou tinta japonesa, que podia encontrar no bairro asiático Liberdade, em São Paulo. O trabalho de linha detalhada que ele usou para desenhar com canetas esferográficas assumiu outra dimensão quando começou a desenhar retratos de pessoas, no seu quotidiano, no meio do caos da metrópole.

Vê mais do seu trabalho aqui

HAZUL – PORTUGAL

Uma artista autodidacta que começou no graffiti em 1997. Mais tarde, inspirou-se nas artes clássicas, no modernismo, no cubismo e no surrealismo. A sua arte destaca-se pelas formas fluídas das ondas e pela cor azul, sempre presente no seu trabalho, uma referência a si própria e à sua cidade, o Porto.

Vê mais do seu trabalho aqui

JHON DOUGLAS – BRASIL

Um artista brasileiro autodidacta, que decidiu há 5 anos deixar a empresa em que trabalhava como designer gráfico. Enquanto viajava e ganhava a vida como pintor, viveu em lugares como América Latina e América Central e Europa. Agora, vivendo há um ano e meio em Lisboa, dedica-se à arte de rua.

Vê mais do seu trabalho aqui

KOBRA – BRAZIL

Nascido em São Paulo, Eduardo Kobra juntou-se a uma crew local de graffiti. Depois de ser preso várias vezes por vandalismo, chegou um momento decisivo quando um juiz, surpreendido com a qualidade de seu trabalho, condenou-o a pintar um mural na esquadra. O trabalho de Kobra é rico em traços de luz e sombra. Trabalho tridimensional onde os temas nostálgicos contrastam com a agitação constante das grandes cidades.

Vê mais do seu trabalho aqui

KRUELLA D’ENFER – PORTUGAL

A artista visual e ilustradora portuguesa Kruella d’Enfer cria universos de criaturas fantásticas como lobos místicos, raposas mágicas ou tigres hipnotizantes que vivem em lugares misteriosos. Trabalha tanto em grandes paredes ou em formatos mais pequenos, como papel ou lona. Usa cores contrastantes e formas geométricas que dão vida aos contos e mitos antigos.

Vê mais do seu trabalho aqui!

LS – PORTUGAL

Writer português do bairro de Marvila, um membro da AK Crew que intervém na área de Marvila, a parte oriental da cidade de Lisboa.

MEDIANERAS – ARGENTINA

Medianeras é Vanessa Galdeano e Analí Chanquía, 2 criativas que têm desenvolvido projectos artísticos em espaços urbanos. Vanesa Galdeano é uma arquitecta especializada em mosaicos venezianos e Analí Chanquía é licenciada em Belas Artes.

Vê mais do seu trabalho aqui

MIGUEL BRUM – PORTUGAL

Um artista nacional que começou com o seu primeiro graffiti em 1998, embora tenha marcado o seu nome na rua antes. Miguel foi para o IADE, onde estudou Design Gráfico. É inspirado por diferentes influências de cultura de rua, como hip-hop, punk, skate e tatuagens.

STEEP – EQUADOR

Nascido no Equador, o artista STEEP representa criaturas e ambientes místicos, influenciados pela biodiversidade encontrada na selva amazónica e nos rituais místicos e ancestrais.

Vê mais do seu trabalho aqui

THE CAVER – PORTUGAL

Artista de rua português, ilustrador e tatuador com sede em Lisboa. Nascido em 1983, THE CAVER foi parte da cena do graffiti em 1998.

Vê mais do seu trabalho aqui

YOUTH ONE – PORTUGAL

Adalberto Brito, de nacionalidade portuguesa, nasceu em Angola em 1974. Tem o nome artístico de Youthone e é conhecido na sua comunidade como um dos pioneiros do graffiti / street art em Portugal.

Vê mais do seu trabalho aqui

ZESAR BAHAMONTE – ESPANHA

Um artista espanhol que estudou na Escola de Artes de Sevilha. Ele tem-se associado a movimentos culturais e sociais independentes, e é aí que recebe a inspiração para o seu trabalho. Hoje em dia, Zesar vive em Montevideu, Uruguai, onde é um artista de rua profissional e participa em vários festivais de arte de rua.

Vê mais do seu trabalho aqui

Agora que já sabes quem são, só falta apareceres para veres tudo ao vivo e a cores!

Créditos Fotográficos: © CML | DMC | DPC | Hugo Cardoso 2017