O Museu Nacional de Arte Antiga recebe, no dia 5 de Maio, a Orquestra Metropolitana de Lisboa mas, acima de tudo, recebe um mundo virado do avesso. Curioso? Vamos lá ao enquadramento:

Nos finais do século XVIII, o compositor italiano Cimarosa compôs Il Maestro di Cappella, onde retrata, de forma bem divertida, os dilemas da composição.

Já Vivaldi, compositor e músico italiano, criou um duplo concerto para violino e violoncelo chamado Il mondo al Rovescio. Numa confusão calculada, trocou propositadamente as claves nas partituras dos solitas e encaminhou para toda a orquestra as secções do concerto que, numa situação normal, pertenceria aos solistas.

Por último, mas não menos bizarro do que o que te contámos até agora, Telemann, músico e compositor alemão, criou La Bizarre, uma composição com uma sobreposição de ritmos diferentes, daquelas que te deixa sem saber como deves bater o pé.

No dia 5 de Maio às 21h o Museu Nacional de Arte Antiga recebe toda esta incrível e mágica confusão com Jorge Vaz de Carvalho no canto e direcção cénica, Nuno Abreu no violoncelo e Ana Pereira no violino e direcção musical.

Não percas ;-)

E, já agora, com o Cartão de Sócio Gerador tens acesso a vantagens junto da Orquestra Metropolitana de Lisboa. Sabe aqui quais.