As Comédias do Minho juntaram-se ao Teatro do Noroeste – CDV e  aos coletivos Talkie-Walkie e ondamarela, para criar um programa de Visitas Performativas, numa ligação com os temas das várias Portas do Tempo, um programa da Comunidade Intermunicipal do Alto Minho. A primeira porta é a “Dos Castros” e vai abrir-se hoje, dia 7 de abril, em Monção.

Até 9 de fevereiro de 2019, vai ser possível explorar o Alto Minho de uma maneira original. Em cada município há uma porta: por exemplo, em Ponte de Lima encontra-se a porta do Romano;  a do Românico é em Ponte da Barca; a da Arquitetura Tradicional em Paredes de Coura e a da Contemporaneidade e Futuro em Vila Nova de Cerveira. São um total de 10 portas, que permitem conhecer o Alto Minho como território de múltiplas viagens no tempo, rico em caminhos que se cruzam entre lugares e histórias, vindos do passado, do presente e do futuro.

As Visitas Performativas juntarão artistas e cientistas, pois tal como afirmou José Mattoso: «as linguagens poéticas e científicas são interpretações diversas da mesma partitura». O programa contará também com conferências: em Monção, o objetivo é dar a conhecer os processos de construção dos castros, as sociedades que os construíram, a arte e religião destas comunidades, as redes sociais e os conflitos na organização territorial.

Sobre esta primeira porta que se abre, podemos desvendar ainda mais um bocadinho:

Longos Vales dão-nos longos tempos. Do alto do Outeiro, Francisco Queiroga falar-nos-á do que sabe, hoje, a Arqueologia, sobre um dos mais fascinantes castros do noroeste peninsular. José Leite de Vasconcelos ficou por ele muito curioso e aqui se detiveram Abel Viana e Leandro Quintas Neves,  certamente intrigados com as camadas sucessivas de tempo neste sítio acumuladas e refletindo na reutilização simbólica de um espaço sagrado marcado na paisagem pela bela capela de São Caetano. Pegaremos então nos símbolos de Monção, adoraremos com eles a História e descobriremos os desenhos que ela compôs no chão ao longo de milénios. Os artistas Samuel Coelho e Rebecca Moradalizadeh ajudar-nos-ão a atravessar esta verdadeira Porta do Tempo.

Por fim, deixamos-te aqui o cartaz para que não percas nenhuma paragem desta viagem: