A Rádio Gerador é a nova voz do Gerador. Todos os meses, na última noite do mês, emitimos um programa com entrevistas, crónicas, actualidades e até um crítico cultural.

Nesta segunda edição conversámos com o Rui Hortelão, director da revista SÁBADO, com a Maria Alfacinha da Revista Inominável, o Sérgio Machado Letria da Revista Blimunda e com a Ana Azevedo da Le Cool Lisboa, sobre como se faz uma revista a sério?

No final tens ainda o segundo capítulo audio do nosso romance colectivo Modernista Tradicionalista, que sai da Revista Gerador directamente para a voz de 10 actores portugueses, bem conhecidos de todos. O segundo capítulo, escrito pelo Samuel Pimenta na Revista Gerador 2, é aqui interpretado pelo grande Rui Unas ;-)

“A Sábado, desde a sua fundação, em 2004, sempre procurou uma diferenciação pela desconstrução daqueles que eram os canones das news magazines ou do jornalismo generalista em formato de revista.”

“Fazer uma revista a sério é também proporcionar aquilo que as pessoas esperam e isso é muito mais do que uma notícia ou informação sobre qualquer coisa. Esperam mais, esperam divertimento, conhecimento, análise, opiniões diversas e um estímulo intelectual.”

Rui Hortelão

“Então agora precisamos de design, toda a gente mandava ideias mas ninguém fazia nada. Agora precisamos de um nome, toda a gente mandava ideias mas ninguém concordava. E chega uma certa altura em que eu digo: bem, com tanto tempo que nós precisamos para lançar a revista, isto vai ficar a revista sem nome, ainda vai ficar inominável”

“Uma das grandes vantagens da Inominável é dar completa liberdade ao que querem escrever”

Maria Alfacinha

“Sempre se pensou na possibilidade de ter uma revista que também representasse a nossa declaração de princípios que foi escrita pelo José Saramago e que dizia que a fundação não existe para contemplar o umbigo do autor, mas sim para estar aberta ao mundo.”

“A Blimunda é uma revista aberta a tudo. Tudo pode caber na Blimunda”

Sérgio Machado Letria

“Eu acho que mais do que procurar o que fazer, as pessoas querem saber que têm informação à distância de um email.”

“Para fazer uma revista é preciso planeamento. Costumo dizer que somos muito bons no desenrascanço porque somos muito maus no planeamento. Portanto, antes de começar, pensem, planeiem, estruturem.”

Ana Azevedo

Como fazer uma revista a sério?

Convidados desta conversa:
Rui Hortelão – Director da revista SÁBADO
Maria Alfacinha – Revista Inominável
Sérgio Machado Letria – Revista Blimunda da Fundação José Saramago
Ana Azevedo – Le Cool Lisboa

Locutor Pedro Saavedra
Captação de Som Jorge Cabanelas
Sonoplastia Rui Miguel/Dizplay
Fotos Matilde Cunha

Segundo Capítulo do Modernista Tradicionalista:
Texto de Samuel F Pimenta
Interpretação de Rui Unas
Captação de som e sonoplastia de Telmo Gomes
Co-produção ZOV e Gerador