Joaquim Guerreiro.

Natural de Loulé, Joaquim Guerreiro, teve um papel activo na dinamização cultural da região do Algarve.

Foi mentor de projectos como o Festival MED, dedicado às músicas do mundo, em Loulé, ou do Festival F, em Faro, que anualmente invade a cidade para celebrar a música nacional.

Dirigia, ainda, desde 2014, o Teatro Municipal de Faro – Teatro das Figuras onde desenvolveu um importante trabalho.