Hoje, pelas 19h00, debatemos a inclusão nas artes com três estruturas que trabalham com pessoas com deficiência ou doença mental ou psiquiátrica, entre elas a companhia Dançar com a Diferença, o Grupo de Teatro Terapêutico do Hospital Júlio de Matos e a plataforma de criação artística inclusiva Terra Amarela. Sentamo-nos então com representantes de cada uma destas entidades, Henrique Amoedo, Isabel Cristina Calheiros e Marco Paiva, respetivamente, que nos vão ajudar a refletir sobre inclusão e diferença no setor artístico e cultural.

Se quiseres deixar os teus comentários podes fazê-lo diretamente no canal de youtube do Gerador. Para ires lá parar, se estiveres no PC, basta carregares, no vídeo em cima, no botão que diz Youtube. Se estiveres no telemóvel carrega aqui. Aproveita e subscreve o nosso canal para acompanhares as loucuras que por lá vamos fazer nos próximos tempos.

Henrique Amoedo inicia o desenvolvimento de trabalhos artísticos com pessoas com deficiência com a criação da Roda Viva Cia. de Dança. Em 2002 supervisiona a criação da companhia de Dança Inclusiva, Cia. Experimental – Grupo Mão na Roda, em Diadema (São Paulo). Tais ações, mais tarde, dariam lugar ao surgimento do Projeto Piloto Dançando com a Diferença e posteriormente a Associação homónima.

Isabel Cristina Calheiros desempenha funções no Serviço de Reabilitação do Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa (CHPL), antigo Hospital Júlio de Matos, desde 1988. Faz parte da equipa técnica do Grupo de Teatro Terapêutico do Hospital Júlio de Matos desde 1991, onde trabalhou em conjunto com o Encenador e Dramaturgo João Silva, um dos fundadores do grupo. Nos últimos dois anos assumiu a coordenação do Grupo.

Marco Paiva fundou em 2018 a TERRA AMARELA – Plataforma de Criação Artística Inclusiva, que desenvolve o seu trabalho em torno da cultura acessível e das práticas artísticas inclusivas. Tem vindo a colaborar como ator e encenador em diversas estruturas e colabora com o projeto Crinabel Teatro desde 2000, assumindo as responsabilidades da coordenação artística em 2008.

Todas as semanas a cultura portuguesa sobe ao Palco Online Gerador com performances, conversas, música, cinema, entrevistas em vídeo ou mesmo jogos. Descobre aqui o nosso plano semanal e explora todos os momentos que já passaram pelo site Gerador aqui.