Entre 10 e 20 de novembro, a quinta edição do Festival de Teatro de Viana do Castelo está de volta à capital do Alto Minho. Organizado pelo Teatro do Nordeste, Centro Dramático de Viana do Castelo, o festival conta com 19 representações e mais dois dias que o habitual. 

O festival vai abrir, no dia 10 de novembro, com o Centro Dramático Galego, que apresentará o espetáculo "O Charco de Ulisses", de Marián Bañobre e Santiago Cortegoso.  O espetáculo acontece pelas 21h00, na sala principal do teatro municipal Sá de Miranda.

A quinta edição do festival de teatro inclui ainda a participação do Teatro Estúdio Fontenova, da Companhia de Teatro do Algarve (ACTA), do Teatro Nacional D. Maria II, do Teatro das Beiras, de Loup Solitaire, dos criadores Mafalda Banquart e Tiago Jácome, e do Grupo de Teatro do Centro Cultural Português do Mindelo, de Cabo Verde, para além do brasileiro Vinicius Piedade com o monólogo "Cárcere", todos com representações na sala principal do Teatro Sá de Miranda.

A sala experimental será palco de espetáculos das companhias Cegada Grupo de Teatro, dos grupos Jean Philippe Kikolas e Karlik Danza Teatro de Espanha, do Momento -- Artistas Independentes, da Companhia de Teatro de Almada, da Companhia Certa do Varazim Teatro e da companhia anfitriã, o Teatro do Noroeste, com a apresentação de "Noites de Caxias", de Ricardo Simões.

Para além das representações, a programação do festival inclui também seminários de Guillermo Heras e Alexandra Moreira da Silva e apresentações dos livros da coleção "Peças do Noroeste", "Palhaço Verde" e "Noites de Caxias".

Texto de Isabel Marques e Lusa
Fotografia disponível via Pexels