Até ao próximo dia 26 de Maio, a arte urbana também se ouve no Lumiar. O festival Muro - Festival de Arte Urbana, organizado pela GAU - Galeria de Arte Urbana apresenta três harmonizações, ou seja, três encontros entre músicos bem conhecidos e três artistas plásticos.

Os músicos NBC, Surma e Tó Trips criaram, assim, três músicas para três obras visuais: a Surma traduziu em música a obra visual do Pantónio, o NBC deu ritmo à intervenção do Peeta e o Tó Trips criou sete músicas originais que acompanham a obra do Third, espalhada por 7 locais diferentes.

Descobre um pouco mais sobre estas harmonizações e sobre cada um dos artistas aqui.

Onde encontro as harmonizações?

O festival Muro decorre no Lumiar, em Lisboa. Descobre aqui as moradas de cada harmonização:

Harmonização Pantónio & Surma - Rua Maria Carlota
Harmonização Peeta & NBC - a entrada para o pátio onde está a intervenção de arte urbana faz-se pela Rua Tomás Del Negro. A obra está dentro de um túnel.
Harmonização Third & Tó Trips - Rua Maria Alice

Como?

Para mergulhares neste mundo precisas apenas de duas coisas: auscultadores e um telefone. No chão está assinalado o local ideal para harmonizar. Basta que te posiciones aí, uses o telefone para ler o QR Code que está nas placas junto a cada obra visual, e serás redirecionado para o site do Muro, onde tens a parte musical da experiência. Coloca os auscultadores e desfruta só.

Se não tiveres nada disto contigo, no festival encontras um ponto de informação e apoio junto a cada harmonização, que te disponibilizará tudo aquilo de que precisas para esta experiência inesquecível.

Como se as harmonizações não fossem já motivo suficiente para passares pelo Lumiar nos próximos dias, temos mais dois momentos que não vais querer perder por nada deste mundo.

Conversa com NBC, Surma e Tó Trips

Os três músicos que participam nas harmonizações – NBC, Surma e Tó Trips – juntam-se na sexta dia 24 de Maio pelas 18h para conversar sobre a sua participação nesta edição do festival e sobre as músicas que criaram para acompanhar as obras visuais. A moderação fica nas mãos do Gerador e a entrada é livre, aberta a todos os que se quiserem juntar.

A conversa decorre na Associação de Moradores do Bairro da Cruz Vermelha (Rua Maria Carlota Lote 8 Loja A/B, Lumiar, Lisboa). 

Disputa André Rosinha e Monster Jinx - Concerto de Encerramento do Muro Festival de Arte Urbana

Para terminar em beleza e cumprindo o espírito do festival, este é mais um momento para desafiar rótulos e para nos arrancar da nossa zona de conforto. Será um concerto, no dia 26 de Maio às 18h, em forma de disputa musical entre o melhor do jazz e do hip-hop nacionais. Neste palco-ringue teremos de um lado, o contrabaixista André Rosinha e o pianista Samuel Lercher e do outro o coletivo Monster Jinx, representado por J-K e Maria, dois dos seus membros. Vale a pena conhecer um pouco melhor cada um destes quatro corajosos – aqui.

O palco estará montado junto à rotunda onde se cruzam a Av. Carlos Paredes, a Av. David Mourão Ferreira e a Estrada da Torre em frente ao edifício do Continente, no Lumiar, Lisboa. O concerto é de entrada livre.

A GAU – Galeria de Arte Urbana, entidade que organiza o festival, desafiou o Gerador a pensar em ideias criativas para a programação de 2019 do Muro que, acima de tudo, envolvessem música. A partir desse desafio, o Gerador criou o conceito das harmonizações e a ideia para o concerto de encerramento.

Créditos - Surma, a olhar para as obras do Pantónio. Foto de Andreia Mayer.