Como ir da ideia à prática?

O ofício Planeamento na Produção de Eventos Culturais vai falar dos instrumentos indispensáveis para fazer o planeamento de iniciativas culturais e artísticas. Tudo alicerçado numa dimensão prática bem forte.

Quais sãos os objectivos deste ofício?

  • Identificar as diferentes áreas da produção cultural.
  • Ter consciência das tendências do panorama cultural em Portugal.
  • Saber as terminologias e métodos próprios da área de produção.
  • Conhecer as várias fases da produção, atribuindo-lhes recursos, responsabilidades e tempos.
  • Desenvolver uma autonomia no pensamento e estimular a análise crítica.

Qual é o mapa das aulas?

Aula 1 | Panorama Cultural Português 

O que se faz de produção cultural em Portugal? Quem são os promotores, os artistas, os espaços e os públicos. O que difere por região? O que nos distingue de outros países e o que nos aproxima.

Aula 2 | Planeamento Inicial 

Perceber quais as características que definem um bom produtor. Início do processo de planeamento. Desenvolvimento e interpretação da Ideia-conceito. Que equipa necessito?

Aula 3 | Mapa de Produção

Desenvolvimento do conceito e inicio da formação do mapa de produção. Avaliação de recursos humanos, materiais e temporais e estratégias. Atribuição de responsabilidades.

Aula 4 | Cronograma 

Aprender como criar um cronograma. Criar a estrutura base, decompor as diversas tarefas, atribuir-lhes responsáveis e prazos. Perceber a ligação e influência entre as diferentes responsabilidades.

Aula 5 | Espaços e Artistas 

Identificar os diferentes stakeholders e suas responsabilidades habituais. Relação com o artista e com a obra. Tipos de espaço e equipa do espaço. Interpretação de Riders técnicos.

Aula 6 | Visita à Fundação Calouste Gulbenkian 

A Gulbenkian é um dos principais palcos portugueses em todo o tipo de actividades culturais, desde performances, música ou exposições. A visita centra-se no backstage, no planeamento e equipas.

Aula 7 | Plano do dia 

Plano do dia (montagens – evento – desmontagens – avaliação). Decomposição do dia do evento por hora, atribuindo hierarquias de decisão, ordem de montagens, soundchecks e delegando responsabilidades.

Aula 8 | Dinâmicas de redundância 

Análise do risco e dos factores que reduzem ou aumentam a probabilidade de algo correr menos bem. Criação de dinâmicas redundantes de verificação. Conservadorismo e ambição na tomada de decisão.

Aula 9 | Apresentação de evento 

Em resposta ao desafio colocado no início do módulo. A turma, em conjunto e dividida por tipo de responsabilidade, irá produzir um evento cultural.

Aula 10 | Balanço e Avaliação do evento 

Análise e reflexão crítica do evento. Balanço do módulo. Como criar modelos de avaliação que perdurem e se tornem instrumentos úteis em eventos futuros.

Quais as datas das aulas? 

A Escola Gerador tem 3 temporadas ao longo do ano, com início em Janeiro, Abril e Outubro.

Na primeira temporada o ofício Planeamento na Produção de Eventos Culturais decorre sempre à sexta-feira, entre as 19h30 e as 22h, nos dias:

4, 11, 18 e 25 de Janeiro

1, 8, 15 e 22 de Fevereiro

1 e 8 de Março

Como é feita a avaliação?

Cada ofício tem um conjunto de 4 critérios claramente definidos. Dois desses critérios existem em todos os ofícios da Escola Gerador e outros dois são da responsabilidade de cada Prof.

Critérios Escola Gerador

Participação: Capacidade do estudante intervir de forma positiva, valorizando-se a proactividade. Vale 20% da nota final.

Criatividade: Capacidade de encontrar soluções originais para os desafios colocados. Vale 20% da nota final.

Critérios escolhidos pelo Prof

Planeamento: Capacidade em adequar os recursos e o tempo disponível à ideia e conceito. Vale 40% da nota final.

Conhecimento: Utilização do conhecimento adquirido no projecto final a desenvolver. Vale 20% da nota final.

De que forma são premiados os dois estudantes com melhor proveito?

Ignição Gerador

Acompanhar todas as fases de preparação de uma Ignição Gerador, desde a ideia à sua implementação.

Onde posso ver informação mais detalhada?

Aqui tens acesso a um pdf pronto para download com tudo o que importa sobre este ofício.

Aqui podes consultar o nosso regulamento.

Aqui sabes um pouco mais de quem é o teu Prof.

Aqui podes mandar-nos um mail com dúvidas, questões ou elogios.

Como me inscrevo?

É super simples, tens apenas dois passos:

Na Escola Gerador não há custo de inscrição ou de jóia, mas todos os estudantes têm que ser Sócios Gerador. Se já fores Sócio, basta inscreveres-te com o teu nome de Sócio. Se não fores Sócio, tens agora a oportunidade de entrar na família Gerador, basta adicionares aqui em baixo.

O Sócio Gerador tem direito à assinatura anual da Revista e a um conjunto de vantagens, descontos e experiências nos nossos parceiros seleccionados. Descobre toda a info em detalhe aqui. Ser Sócio Gerador custa 25 eur por ano, mais os portes de envio das revistas.

Com o Sócio Gerador resolvido, só precisas de adicionar o ofício aqui em baixo e preencheres os campos com o nome, morada, mail, número de telefone e fazer o pagamento. Todos os ofícios da Escola Gerador têm o custo individual de 200 eur.

 

Créditos: foto de Matilde Cunha