De 14 a 24 de agosto, decorre a XXIX edição dos Encontros Internacionais de Música da Casa de Mateus, situada no concelho de Vila Real, onde alunos e professores vindos de diversas partes do mundo transformam a paisagem deste palácio do século XVIII num dos lugares centrais para o estudo e o exercício da música antiga e barroca.

Sob a direcção artística de Ricardo Bernardes e pedagógica de António Carrilho, estes encontros dão lugar às interpretações de nomes como a soprano María Cristina Kiehr, o cravista Jacques Ogg ou o oboísta Fabio d'Onoffrio.

Os fins de tarde dos encontros serão preenchidos com uma agenda de concertos abertos que fará regressar a Orquestra Barroca de Mateus, com um programa centrado na produção musical setecentista em Portugal e na Galiza e que trará pela primeira vez o Ensemble Hotteterre, residente na também galega Fundação Vicente Risco e dirigido por Paulo Gonçalves.

A Jornada Musicológica, a realizar no dia 17 de agosto, completa o programa com uma reflexão sobre o ensino contemporâneo da música antiga e sobre o lugar da música barroca ibero-americana na formação do cânone musical europeu.

A XXIX edição dos Encontros propõe ainda aos seus participantes um concurso para Residência Artística, que permitirá o desenvolvimento de um projeto na Casa de Mateus, a completar em 2020.

Texto de Ricardo Ramos Gonçalves
Fotografia de Fernando Pendão

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.