fbpx
Menu Grande Pesquisa
Carrinho0

I.
Abalei da minha terra
olhei para trás chorando
minha terra da minha alma
tão longe me vais ficando

Desde a Campanha do Trigo de Salazar, há quase cem anos, que o Alentejo não via um ecocídio assim. O dinheiro público e a água do Alqueva estão a regar o crescimento descontrolado das monoculturas industriais. O Gerador partiu à descoberta desta mudança da paisagem do Alentejo, atravessou olivais e amendoais intensivos a perder de vista, conversou com artistas, investigadores, políticos e empresários. E descobriu que há quem proteja a riqueza que resta e semeie futuros entre os prenúncios do deserto.

 

Reportagem completa na Revista Gerador 35, à venda na nossa loja online.

II.
É tão grande o Alentejo
Tanta terra abandonada
A terra é que dá o pão
para bem desta nação
devia ser cultivada.
III .
Não procures desvendar
os mistérios da natureza
Para depressa chegares
A teres a firme certeza
Shopping cart
There are no products in the cart!
Continue shopping
0
{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}
X
X
Copy link
Powered by Social Snap