a dois tempos

Mais 13.Set.2020

A dois tempos: A minha ideia de marca

A intersecção entre o mundo das marcas comerciais e o mundo da Cultura — prerrogativa primária deste espaço de crónica — tem uma concretização que é, em grande parte, óbvia:…

Mais 30.Ago.2020

A dois tempos: Relações Improváveis

Das muitas capacidades que são apontadas como definidoras da unicidade do ser humano, uma das que mais me agrada é, sem dúvida, a proposta por Daniel Gilbert. Afirma o psicólogo…

Mais 16.Ago.2020

A dois tempos: Skip intro

Há algumas centenas de anos, quando Alexandria era o epicentro do conhecimento humano, Ptolomeu I terá perguntado a Euclides se não existia uma forma simples de aprender geometria. O então…

Mais 2.Ago.2020

A dois tempos: Menos não é sempre mais

Já todos nos cruzámos com a velha máxima less is more, é seguro afirmar. É daquele tipo de aforismo que o tempo cristalizou em património retórico universal, e que uma…

Crónicas 19.Jul.2020

A dois tempos: É a sociedade que valida?

Há alguns anos, era eu ainda um estudante relutante de design com o sonho de ser estrela de rock, fui arrebatado por uma frase simples que, ainda hoje, carrego. Estava…

Mais 5.Jul.2020

A dois tempos: Também há marcas na Cultura

O conceito de marca moderna é, em grande parte, um dos muitos subprodutos da Revolução Industrial. A era do ferro, da fábrica e da máquina a vapor trouxe consigo o…

Mais 21.Jun.2020

A dois tempos: Que tempos são estes?

Tenho o privilégio de dividir o meu tempo entre marcas comerciais e instituições culturais. Da prateleira do supermercado ao palco do teatro. É verdade que são realidades que raramente se…

{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}
X
X