Procurando responder a este contexto de crise pandémica, que está a abalar profundamente o sector da Cultura, o Teatro-Cine de Torres Vedras, lançou o ciclo “Emergência Cultural Torres Vedras 2020”, com programação online, fazendo face ao apelo da Câmara Municipal do Torres Vedras, "que se encontra a adquirir conteúdos artísticos específicos junto de criadores nacionais e agentes locais, como projetos no âmbito das artes, do serviço educativo ou da promoção de debates culturais", lê-se no comunicado de imprensa.

Este teve início no passado domingo, dia 19 de Abril, com a apresentação do director artístico do Teatro-Cine de Torres Vedras, João Garcia Miguel, seguindo-se A Manta, “um pequeno espetáculo de formas animadas", apresentado pel' A Bolha – Teatro com Marionetas, e um  debate de programadores culturais.

Entre os dias 20 e 22 de Abril, pelas 11h00, inicia-se a programação dirigida às crianças do ensino pré-escolar, do 1º ciclo e às famílias. Hoje, dia 20, decorreu uma “visita” ao Teatro-Cine de Torres Vedras guiada por uma personagem ficcionada, uma criação de Linda Valadas, coproduzida pelo ATV - Académico de Torres Vedras.

Na terça-feira, dia 21, a manhã será animada com História a Meias, a oficina de construção de marionetas de meias, orientada pelo Teatro e Marionetas de Mandrágora. No dia seguinte, as crianças são convidas a assistir a O Nascimento do Tambor, "a história africana da origem do tambor, numa criação e interpretação de Ângela Ribeiro".

Serenidade, de Vítor Rua, um concerto de improvisação, que pretende pensar o som, é a proposta para as 21h de sexta-feira, dia 24. " Diz-se "O som da Catedral de São Marcos é diferente do som da Catedral de Notre Dame”. A que "som" nos referimos nós, quando falamos deste tipo de sons? Referimo-nos não ao som da fonte sonora, mas sim ao som do medium. Mas podemos realmente falar de um som medium?", lê-se na sinopse.

Em comunicado é referido que "importa, em conjunto, encontrar mecanismos capazes de proporcionar o incentivo e o apoio à criação artística, oferecer aos criadores e às estruturas de criação condições de financiamento para a produção, transmissão e apresentação de obras realizadas durante esta época”.

A transmissão destes conteúdos será realizada através da página de Facebook do Teatro-Cine de Torres Vedras.

Texto de Raquel Botelho Rodrigues

Cartaz cedido pela Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Torres Vedras