fbpx
Menu Grande Pesquisa
Carrinho0

“Quando estou triste”, um monólogo “onde descobrimos que a tristeza não pode ser assim tão má”

"Quando Estou Triste" é uma criação da atriz Mia Tomé e do músico Noiserv, com texto de Luís Leal Miranda, que parte de uma residência artística com os alunos do Agrupamento de Escolas Tenente-Coronel Adão Carrapatoso, de Vila Nova de Foz Côa. O espetáculo acontece de 25 a 27 de fevereiro no Cine-teatro do Centro Cultural de Vila Nova de Foz Côa.

"Quando Estou Triste" é "um monólogo sobre estar triste (mas divertido)", começa por contar Mia Tomé que dá voz ao monólogo escrito por Luís Leal Miranda e musicado por Noiserv. A peça partiu de um exercício de escrita sobre a tristeza, expressão dramática e gravação da própria voz, com os alunos do Agrupamento de Escolas Tenente-Coronel Adão Carrapatoso, de Vila Nova de Foz Côa.

Mia Tomé conta, em entrevista ao Gerador, que a experiência foi "surpreendente, alegre e curiosa", uma vez que "olhar para aquilo que os deixa tristes, "pode ser muito emocionante, mas não deixa de ser interessante observar também aquilo que eles decidem deixar registado na gravação. Nem todos quiseram gravar todas as angústias e tristezas que tinham colocado no papel". Depois, partilharam o resultado deste trabalho com Luís Leal Miranda (o autor do texto) e "o texto ganhou uma dimensão muito especial através dessa camada vinda das crianças". O resultado é um espetáculo que vê a tristeza de um outro prisma, com os olhos da positividade - "Descobrimos que a tristeza pode não ser assim tão má. Há um lado positivo na tristeza e isso é uma boa notícia para todos nós!".

O espetáculo vem também de uma vontade antiga de colaboração, entre Mia Tomé e Noiserv - "Somos amigos, e a vontade de criarmos algo para cena sempre pareceu interessante. Gosto muito do trabalho do David, não só da música que ele cria para os discos, mas de todo o universo Noiserv. Não é a primeira vez que o David faz uma banda sonora, escutei e vi vários filmes ou espetáculos onde ele trabalhou, o resultado é sempre muito bonito e inteligente, quis essa beleza para este espetáculo também", conta.

Em cena de 25 a 27 de fevereiro, no Cine-teatro do Centro Cultural de Vila Nova de Foz Côa, a atriz salienta a aposta do município na cultura de uma forma "entusiasmante", e como este espetáculo incentiva à descentralização, para que cultura chegue a todo o país.

Texto de Patrícia Nogueira
Fotografias da cortesia de Mia Tomé

Se queres ler mais notícias, clica aqui.

NO GERADOR ABORDAMOS TEMAS COMO CULTURA, JUVENTUDE, INTERIOR E MUITOS OUTROS. DESCOBRE MAIS EM BAIXO.

Já pensaste em tornar-te sócio gerador?

Ser Sócio Gerador é ter acesso à assinatura anual da Revista Gerador (4 revistas por ano), a descontos nas formações da Academia Gerador, passatempos exclusivos, experiências e vantagens na cultura.

Shopping cart
There are no products in the cart!
Continue shopping
0
{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}
Copy link
Powered by Social Snap