O prémio recentemente criado pela Sociedade Portuguesa de Autores – SPA para homenagear a escritora Maria Velho da Costa, uma das Três Marias que faleceu no passado mês de maio, foi atribuído a Teresa Noronha. A obra “Tornado” foi premiada com o valor de 2500€, destinado ao apoio à edição.

“A SPA tinha-se comprometido a anunciar o nome do vencedor antes do final do ano, o que acontece neste momento, sendo este ato uma forma de celebração da importância da obra da escritora que sempre se fez representar pela cooperativa cuja vida sempre acompanhou e apoiou. Maria Velho da Costa recebe assim a homenagem merecida e inadiável da SPA”, lê-se em comunicado.

Conforme se lê no regulamento do Prémio de Literatura Maria Velho da Costa, este “é instituído com a finalidade de distinguir obras primeiras, de ficção narrativa, inéditas e não publicadas”. No grupo de onde foi selecionado “Tornado” foram avaliados cerca de 80 textos. 

Com um júri presidido por Leonor Xavier, membro dos corpos sociais da cooperativa há vários anos, “Num Ápice de Flash, o Imbele Landgravio” de Domingos Landim de Barros, e “Elegância de Costumes” de Francisco Mota Saraiva receberam menções honrosas. 

O prémio com periodicidade anual foi anunciado em setembro deste ano e as candidaturas puderam ser submetidas até ao dia 31 de outubro. Para já, devido à situação pandémica, ainda não se sabe em que dia será entregue o prémio. Ainda assim, a SPA deixa claro na nota de felicitação que tal acontecerá “logo que as condições sanitárias [decorrentes da pandemia da covid-19] o permitam”. 

Podes saber mais sobre o Prémio de Literatura Maria Velho da Costa, aqui.

Texto de Carolina Franco
Fotografia disponível via Unsplash

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.