A primeira edição do concurso Bolsas de Criação Artística da Câmara Municipal do Funchal abre portas à criatividade até dia 15 de agosto de 2021. Tendo em vista a contribuição para a atividade de artistas provenientes de diversas disciplinas artísticas, a bolsa dedica-se a apoiar criadorxs que desenvolvam projetos nas áreas das Artes Visuais, Artes Performativas e Escrita.

Com o objetivo de contribuir para a consolidação de atividade de artistas provenientes de múltiplas disciplinas artísticas, e que "no Funchal podem encontrar um contexto propício ao desenvolvimento da sua prática profissional", segundo se lê em comunicado, o concurso atribuirá seis bolsas com a duração de 2 meses de residência no Funchal, sendo atribuído um valor de 5.000 euros por cada. 

Afirmando as políticas culturais como "fatores determinantes para o desenvolvimento económico, integrado e sustentável de um território e das populações que nele habitam", a Câmara considera que é importante "potenciar
a dimensão de cultura popular, das artes tradicionais, do património material e imaterial bem como dos recursos endógenos do nosso território, calibrando as sinergias entre o tradicional e o contemporâneo, pelo que se impõe proporcionar condições mais favoráveis à criação artística", como se destaca no regulamento apresentado.

A candidatura é feita através de um formulário bilingue e deverá complementar a proposta com: o projeto de trabalho a desenvolver; orçamento discriminado e cronograma financeiro do projeto de trabalho; cronograma de execução do projeto artístico; curriculum vitae do candidatx; portfólio e hiperligações para materiais áudio e vídeo, se aplicável; declaração de honra que se encontram salvaguardados os direitos de autor e direitos conexos; IBAN com a conta em nome do candidatx.

A proposta deverá ser submetida através do email bolsascriacaoartistica@cm-funchal.pt. Podes ainda consultar mais informações no regulamento.

Texto por Patrícia Silva
Fotografia via Unsplash

Se queres ler mais reportagens sobre a cultura, clica aqui.