"O primeiro Festival de Jazz de Sintra decorrerá no Centro Cultural Olga Cadaval nos dias 17, 18 e 19 de setembro de 2021”. Assim foi anunciado hoje, através de comunicado, a notícia que dava conta de um novo evento promovido pela Câmara Municipal de Sintra.

O festival “tem como principais objetivos a divulgação do Jazz no concelho [de Sintra], assim como dar a conhecer ao público local - e não só - parte dos músicos e da excelente música Jazz que atualmente se faz em Portugal”, de acordo com a nota.

No programa figuram “dois concertos duplos, com duração de aproximadamente 45 minutos cada um, sem intervalo, acessíveis através de apenas um ingresso”. Estes espetáculos serão realizados a 17 e 18 de setembro e possibilitam, na mesma sessão, "a apresentação de diferentes projetos que se complementam, e através dos quais se pretende destacar fundamentalmente a qualidade artística e a diversidade estética”, refere a organização. Já no dia 19 haverá “um concerto único com uma ‘Big Band’”.

No primeiro dia do festival atuam Maria João com o Carlos Bica Quarteto e o João Paulo Esteves da Silva “Brightbird Trio”. A organização recorda que a colaboração entre a cantora Maria João e o contrabaixista Carlos Bica “remonta à década de 1980 e ficou registada nos álbuns ‘Conversa’ (1986) e ‘Sol’ (1991)”, mas “depois de 10 anos a tocarem juntos e muitos concertos pelo mundo fora, os seus caminhos separaram-se”. Passados 25 anos, os artistas vão voltar a reunir-se para "partilharem as canções do mundo” em palco.

Além de Maria João e Carlos Bica, também o pianista João Farinha e o guitarrista Mário Delgado estarão em palco.

No dia 18 de julho, atuam o pianista Mário Laginha, a solo, e o ensemble Coreto Porta-Jazz, que se desenvolve no coração da Associação Porta-Jazz, do Porto, “com o objetivo de criar um ‘espaço’ para a exploração e concretização de repertório original e experimental num contexto de ‘large ensemble’”.

Para o último dia do evento, 19 de julho, está marcada a atuação da Orquestra de Jazz do Hot Clube de Portugal, com o saxofonista Julian Argüelles, como solista convidado. Neste concerto, dedicado à música de Duke Ellington, “serão apresentados temas dos anos 1930 a 1950, períodos contrastantes na obra do compositor”.

Texto por Sofia Craveiro com Lusa
Fotografia de Lucas Alexander via Unsplash

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal clica aqui.