De 25 a 27 de março de 2020, decorrá no Cais do Sodré, em Lisboa, a quarta edição do MIL – Lisboa International Music Network, um festival e uma convenção dedicados à internacionalização, promoção e valorização da música popular contemporânea.

Focado na produção musical dos países de língua portuguesa, com vista a potenciar o contacto entre os mercados de música europeu, africano e sul-americano, e enquanto plataforma de intercâmbio, o MIL aposta num programa artístico que envolve a cidade e combina debates, masterclasses, encontros profissionais e concertos, dando a conhecer uma diversidade de artistas, projetos emergentes e alternativos e demais agentes das indústrias de música de todo o mundo.

Para o festival, são esperados 70 artistas nacionais e internacionais, que serão recebidos em oito salas de espetáculo e clubes noturnos do Cais do Sodré, como o B’Leza, o Estúdio Time Out, o Musicbox ou o Titanic Sur Mer. De Portugal, já estão confirmados Aurora Pinho, Cancro, Castilho, David Bruno, Fado Bicha, Ganso, Monday, Marinho e Valapraia; do Brasil, virão Black Pantera, Drik Barbosa, Guitarrada das Manas, Giovani Cidreira e Trap, Funk e Alívio. Aos artistas portugueses e brasileiros, juntar-se-ão os espanhóis Amparito e EJ Marais, os franceses Bisou Bisou e La Chica, o gregoriano Murman Tsuladze, a islandesa dj flugvél og geimskip e a mexicana Camila Fuchs.

Paralelamente ao festival, o MIL apresentará no final do mês de janeiro de 2020 um programa de convenção dirigido a profissionais das indústrias da música e do setor cultural, possibilitando oportunidades de negócio e intercâmbio completamentadas com uma forte componente de formação na forma de debates, masterclasses, keynotes e workshops.

Os bilhetes já estão à venda e estão divididos por três categorias: uma que dá acesso a todo o programa (PRO), outra que dá acesso ao espetáculo de abertura e restantes concertos (GOLD FESTIVAL) e a terceira que dá acesso aos concertos nos dias 26 e 27 de março (FESTIVAL). A categoria PRO tem um preço reduzido se os bilhetes forem adquiridos até ao dia 31 de dezembro de 2019. Consulta mais informações no site do MIL.

Texto de Rita Dias
Fotografia disponível no Facebook

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.