Nem só de dança, se faz a programação da 27.ª Quinzena de Dança de Almada. Além dos espetáculos, o festival que promete oferecer ao público “o melhor que se faz pelo mundo em dança contemporânea”, tem agendadas diversas atividades relacionadas com dança, nomeadamente workshops, exposições, encontros ou vídeo-dança.

Além dos espetáculos deste ano, a Quinzena de Dança de Almada oferece uma larga Mostra de Videodança com sessões dedicadas a diversos temas relacionados com o universo da dança contemporânea e um seminário subordinado ao tema “Festivais de Dança: A promoção de coreógrafos e a relação entre tradição e contemporaneidade”.

Integrado no projeto europeu CLASH! – When Classic and Contemporary Dance Collide and New Forms Emerge, este seminário contará com a presença de parceiros e convidados internacionais.

Por outro lado, encontra-se agendada uma sessão de visionamento do documentário A Dança, de Marta Tavares, no dia 23 de setembro, um encontro de coreógrafos, bailarinos e promotores, no dia 5 de outubro e uma residência artística, a decorrer de 3 a 19 de outubro.

À 27.ª edição o festival desloca-se até Lisboa, com apresentações da Mostra de Videodança no Instituto Cervantes, na Escola Superior de Dança e na Faculdade de Motricidade Humana.

Segundo a organização, alguns eventos decorrem em espaços informais e várias apresentações são de entrada livre, o que pode ser consultado na página do evento, assim como toda a programação (http://quinzenadedancadealmada.cdanca-almada.pt/).

Texto de Ricardo Ramos Gonçalves
Fotografias de Andrei Lazarev via Unsplash

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.