Ao todo são catorze bandas nacionais que compõem o cartaz da quarta edição do festival Clap Your Hands Say Fest, que acontece ao longo dos meses de janeiro, fevereiro e março, em Leiria.

Durante seis noites do primeiro trimestre de 2020, o festival propõe concertos duplos que juntam bandas de quadrantes estéticos diversos, num desafio que a organização lança ao público: descobrir outras músicas.

"Continuamos a 'provocar positivamente' o público que acaba, na esmagadora maioria, de gostar de bandas conotadas com determinados géneros que 'a priori' não era suposto gostar", explica Carlos Matos, da Fade In, que organiza o Clap Your Hands Say Fest com a Omnichord Records e a Rastilho Records.

Para a quarta edição do Clap Your Hands Say Fest, o número de bandas desceu de 18 para 14 para "ajustar o orçamento e garantir o nível de qualidade dos intervenientes". O festival tem este sábado uma noite de lançamento, com atuações dos Ivy e Dead Club na discoteca Stereogun, em Leiria.

Os restantes concertos são no Teatro Miguel Franco com o seguinte alinhamento: Fuzzil e Marvel Lima (17 de janeiro), Fado Bicha e Labaq (31 de janeiro), Paus e Koyaanisqatsi (14 de fevereiro), Twin Transistors e Churky (28 de fevereiro), Cabrita e Lord of Transition (06 de março) e Ayamonte Cidade Rodrigo e From Atomic (20 de março).

Texto de Lusa e Ricardo Ramos Gonçalves
Fotografia de Natalie Parham via Unsplash

Se queres saber mais sobre a agenda da cultura em Portugal, clica aqui.