O conto de Mário de Sá-Carneiro, concluído dois anos antes da sua morte, é o ponto de partida do espetáculo concebido e encenado por André Murraças, a estrear no próximo dia 12 de novembro, em Lisboa.

A Confissão de Lúcio “conta a história de um triângulo – Lúcio, Marta, Ricardo. É uma história de amor, obsessão, loucura e suicídio. Um crime fantástico, sexual, anormal”, escreve André Murraças, num texto de apresentação do espetáculo. “Uma incursão inusitada pela mente humana, passada entre a Lisboa dos cafés literários”, cidade natal do escritor, “e a Paris boémia e aristocrática, numa espiral decadente”, onde o poeta se suicidou, em 1916.

A interpretar o espetáculo vão estar Francisco Goulão, Isac Graça e João Cachola.

Local: Black Box do Centro Cultural de Belém (CCB), Lisboa
Horário: 12, 13 e 14 de novembro 2020, às 19h; e 15 de novembro, às 16h
Preço: 12,50 euros
Fotografia disponível através do Facebook do CCB
"A Confissão de Lúcio" estreia no CCB