fbpx
Menu Grande Pesquisa
Carrinho0

Baião in Lisboa Festival está de volta nos dias 8, 9 e 10 de dezembro

O Lisboa Ginásio Clube, Mercado de Culturas, Voz do Operário e Estúdio Time Out vão acolher o festival. Mas há iniciativas também no Teatro da Comuna e na Fábrica Braço de Prata.

Fotografia de Bil

Vários espaços da capital vão acolher uma programação repleta de workshops, conversas, masterclasses e bailes. São esperadas mais de 600 pessoas, de diferentes países, nesta 14ª edição. O objetivo é só um: dançar e celebrar o forró.

Entre os dias 8 e 10 de dezembro, a programação inclui mais de trinta workshops que terão lugar no Lisboa Ginásio Clube, três bailes da tarde, no Mercado de Culturas, e vários bailes da noite, que decorrerão, sexta e sábado, na Voz do Operário e, no domingo, no Estúdio Time Out, no Mercado da Ribeira.

Para além disso, a iniciativa, realizada pelo Espaço Baião, receberá ainda o Fórum Internacional de Forró, que dará início ao processo de pedido de elevação do forró a Património Imaterial da Humanidade, com várias conversas e masterclasses. "O primeiro passo na elevação e valorização oficial do forró no Brasil foi ser reconhecido oficialmente como património cultural do Brasil, em 2021, pelo Instituto do Património Histórico e Artístico Nacional", conta Henrique Matos, responsável pelo Espaço Baião.

"Isso faz com que sejam salvaguardada as tradições, costumes e saberes da cultura. Faz com que as iniciativas deste segmento possam concorrer a apoios por parte dos governos a nível nacional e internacional. Sendo reconhecido como património facilita todos estes processos, ajuda no fomento, no reconhecimento dos mestres", explica. Para além de um festival de dança, o Baião in Lisboa Festival é também um lugar de reflexão e discussão sobre a cultura popular brasileira, através do forró.

A programação oficial começa no dia 8, mas comemorações arrancam ainda antes. No dia 6, o Teatro da Comuna recebe um baile 100% vinil e, nos dias 7 e 11, a Fábrica Braço de Prata torna-se na Forró Factory com atuações de DJs em mais de cinco salas.

"Muito trabalho, falta de patrocínios entre todas as dificuldades em promover cultura independente. O evento já conta com participantes vindos de mais de vinte países de todo o mundo. Estamos a preparar uma grande festa para recebê-los em Lisboa", diz-nos ainda Henrique Matos, sobre a iniciativa, cujos bilhetes serão vendidos à porta. O programa está disponível aqui.

O Baião in Lisboa Festival é organizado pelo Espaço Baião, que realiza anualmente também o Maria Bonita Festival. Para além de ser a mais antiga escola de forró em Portugal, é também um centro cultural, que nasceu oficialmente, em 2015, do culminar de mais de 20 anos de pesquisa, mas sobretudo do amor de Henrique Matos à cultura e ao estilo musical do Forró.

“Quando cheguei a Portugal, há 16 anos, o meu objetivo era levar e honrar a minha cultura além-fronteiras, tendo como carro-chefe o forró, nas suas várias vertentes, e como elemento transformador na vida das pessoas”, contou, em junho deste ano, ao Gerador, o professor de dança, que, desde 2012, desenvolve atividades diárias neste âmbito.

Atualmente, a associação conta com um grupo de professores, monitores, bolsistas e alunos dos quatro cantos do mundo, bem como aulas regulares de forró e samba de gafieira, bailes semanais, mensais, além de parcerias com outros agentes culturais e entidades. “Ficamos muito felizes, ainda que a responsabilidade seja bastante grande, em contribuir para o crescimento da visibilidade e respeito pela cultura do Brasil em Portugal e no mundo”, disse.

NO GERADOR ABORDAMOS TEMAS COMO CULTURA, JUVENTUDE, INTERIOR E MUITOS OUTROS. DESCOBRE MAIS EM BAIXO.

Já pensaste em tornar-te sócio gerador?

Ser Sócio Gerador é ter acesso à assinatura anual da Revista Gerador (4 revistas por ano), a descontos nas formações da Academia Gerador, passatempos exclusivos, experiências e vantagens na cultura.

A tua lista de compras0
O teu carrinho está vazio.
0