Felipe Oliveira Baptista vai ocupar o cargo de diretor criativo da Kenzo, marca francesa pertencente ao grupo LVMH. Depois de ter estado à frente da Lacoste durante 8 anos, o designer de moda começa uma nova etapa na mesma cidade em que tem vivido e trabalhado até agora. O comunicado foi feito ontem, 1 de julho, pelo grupo empresarial. 

“Kenzo é liberdade e movimento contagiosos”, afirma Filipe Oliveira Baptista, citado pelo comunicado do grupo francês, hoje divulgado. “Tudo o que [Kenzo] Takada fez foi cheio de alegria, elegância e de um senso de humor frio e atrevido”, acrescentou o designer português, referindo-se ao fundador da casa de costura, sublinhando igualmente o modo como este “celebra a natureza e a diversidade cultural”.

O presidente do grupo Louis Vuitton Moët Hennessy (LVMH), Sidney Toledano, por seu lado, disse que “o talento de Felipe Oliveira, como designer, o seu domínio do vestuário e suas raízes pessoais, com origem em culturas muito distintas”, constituem “ativos reais para dar uma nova energia criativa à Casa Kenzo”, lê-se no mesmo comunicado do grupo, divulgado ontem de manhã.

O cargo que foi ocupado pela dupla Carol Lim e Humberto Leon desde 2011 será assumido pelo designer português “de imediato”. O grupo garante que Felipe Oliveira Baptista vai “escrever uma nova página na história da casa fundada em 1970”.

A dupla norte-americana Carol Lim e Humberto Leon apresentou sua última coleção pela Kenzo, para a primavera/verão de 2020, no passado dia 23, em Paris. A substituição surge a convite do grupo LVMH, que além da Kenzo integra outras marcas como Givenchy, Fendi, Marc Jacobs, Louis Vuitton, Christian Dior e Loewe. 

A nova etapa na carreira de Felipe Oliveira Baptista foi também anunciada pelo próprio através da sua conta no Instagram, onde é possível ler na íntegra o texto que escreveu na primeira pessoa, citado pela marca no comunicado. 

Felipe Oliveira Baptista acabou a sua colaboração com a Lacoste em 2018

Uma nova página na história de Felipe

Felipe Oliveira Baptista nasceu nos Açores em 1975. Estudou design de moda na Universidade de Kingston, em Londres, e posteriormente trabalhou com marcas como Max Mara, Christophe Lemaire e Cerruti. Em 2002 ganhou o Grand Prix do Hyères International Festival e no ano seguinte o ANDAM / LVMH Fashion Award. 

Foi também em 2003 que criou a sua marca, Felipe Oliveira Baptista, com a qual apresentou coleções no Portugal Fashion, no Porto e em Paris. Em 2010 assumiu o cargo de diretor criativo da Lacoste, dedicando-se exclusivamente a esta marca a partir de 2014, quando decidiu interromper a marca que tinha em nome próprio. 

A marca Kenzo foi fundada em 1970, em Paris, pelo designer de moda Kenzo Takada, do Japão, e foi adquirida em 1993 pelo grupo internacional LVMH, contando atualmente com 525 trabalhadores. No do dia 1 de julho deu um passo na próxima fase da sua história: a que será escrita por Felipe Oliveira Baptista. 

Texto de Lusa e Carolina Franco
Fotografia de ©Karim Sadli disponível via Facebook

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.