Apresentada oficialmente no passado dia 9 de fevereiro no Lx Factory, em Lisboa, a No Frame – Creative Publishing surgiu no mundo editorial português com o intuito de apostar numa linguagem visual “sem molduras e sem fronteiras”. Raul Reis e Tiago Gonçalves, os fundadores do projeto, querem levar publicações em papel que apresentem novos mundos e narrativas o mais longe possível, numa era que se mostra cada vez mais digital.

Luís Mileu, Luciane Valles, Tiago Galo e Raul Reis foram os autores que promoveram o arranque da No Frame, que daqui em diante vai escolher outros que se juntem a si, sem olhar a fronteiras geográficas e que, além de se enquadrarem, ajudem a dar corpo ao projeto. A cada publicação editada, a editora vai realizar uma exposição que dê relevância e foco ao conceito, adequando a cada tema a dimensão necessária para assegurar a sua visão integral. 

Sobre a missão da No Frame, Raul Reis diz que “A exposição e a publicação de cada tema são encaradas como um dever e um compromisso perante a sociedade. Daí a essência da editora ser descomplexada, não elitista mas muito cuidadosa no critério e qualidade das suas publicações.” Acrescenta que pretendem, através de coleções, “revelar um mundo criativo com perspetivas diferentes do mundo real, menos convencionais e esteticamente apelativas, mesmo que distantes dos arquétipos da perfeição.”

A procura de beleza no quotidiano e a negação de molduras para enquadrar temas “no sentido de lhes restringir a amplitude ou de os prender em categorias herméticas” são pontos fundamentais da editora que se dirige principalmente às áreas de fotografia, ilustração, design, publicidade e arquitetura.

Navega entre os livros que já se encontram disponíveis e sabe mais sobre a No Frame, aqui

Texto de Carolina Franco
Fotografia de No Frame

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.