O FEST – Novos Realizadores | Novo Cinema, que se realizou entre 2 e 6 de Agosto, em Espinho, contou com cem curtas em estreia e setenta nas principais competições Lince de Prata e Grande Prémio Nacional.

A ficção, o documentário, a animação e o cinema experimental não-narrativo assumiram o lugar de destaque da competição internacional de curtas do FEST. Os multipremiados Postcards From The End of The World, de Konstantinos Antonopoulos, Virago, de Kirli Kirch Schneider, Excess Will Save Us, de Morgane Dziurla-Petit, e Acid Rain, de Tomek Popakul, foram as mais aguardadas.

Na principal competição dedicada ao cinema português no festival, Lince de Prata, destaca-se o regresso de António Sequeira, vencedor do prémio, no ano passado, com As Cartas da Minha Mãe, de Miguel De com The Kiss, de João Monteiro com Principe. Houve ainda um conjunto de obras que concorreram, em simultâneo, para a competição internacional, Erva Daninha, de Guilherme Daniel, (In)dividual, de Beatriz Bagulho e When the Light Goes Out, de Tânia Prates.

“Comprometido com o apoio à criação de oportunidades para novos realizadores, o FEST volta a integrar a competição NEXXT, secção dedicada a mostrar alguns dos melhores trabalhos produzidos em escolas de cinema de vários pontos do planeta, oferecendo uma oportunidade rara de conhecer as novas tendências do cinema mundial. O programa deste ano incluiu trabalho de escolas conceituadas como são os casos da FAMU, Wien Film Akademie, DFFB, entre outras”, lê-se no comunicado de imprensa.

O Festival, que surgiu em 2009, tornou-se numa “das mais proeminentes mostras do cinema inovador e de cineastas emergentes; bem como numa plataforma para profissionais de cinema, nacionais e internacionais, em ascensão ou já estabelecidos, se encontrarem e desenvolverem novos projectos e procurarem sinergias”, como se apresenta. O seu programa não prescinde de masterclasses, workshops, debates, roundtables, casos de estudo e um evento focado em pitching e co-produções, para além da exibição de longas e curtas-metragens. Convoca a presença, não só dos “mais promissores talentos cinematográficos dos quatro cantos do mundo”, bem como “alguns dos maiores nomes do cinema, influenciadores, decisores e peritos da indústria.”

Texto de Raquel Botelho Rodrigues

Fotografia disponível na página de Facebook do FEST – New Directors Films Festival