O património cultural imaterial volta a ser discutido em Guimarães, desta vez no encontro “Em Concreto”, marcado para dia 13 de dezembro na Casa da Memória do município. O evento é organizado em parceria com A Oficina e o Centro em Rede de Investigação em Antropologia da Universidade do Minho.

Nesta edição, o tema escolhido foi o artesanato. Pretende-se refletir sobre o papel deste ofício e o da sua evolução, importância e herança cultural. O programa “Em Concreto” vai contar com a apresentação de Jean-Yves Durand e Catarina Pereira e participação de Ana Pires, Graça Ramos, da Associação Portugal à Mão, João Ribeiro da Silva, da Direção Regional de Cultura do Norte, Bebiana Pereira, Rosa Azevedo, Vera Alves, Ana Saramago, da Hardcore Fofo, Conceição Rios, Cristina Vilarinho e Alberto Azevedo, do Projecto A2, Rita Ruivo, do Bordar em Português, Susana Calado Martins e Marco António Santo, da Barroca.

A entrada é livre mediante inscrição prévia até dia 9 de dezembro. Será ainda lançado, na mesma ocasião, o 13.º volume da revista de estudos em património cultural, Veduta.

Texto por Gabriel Ribeiro
Fotografia de Paulo Pacheco

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.