A 4ª edição do Beast International Film Festival, que habitualmente decorre na cidade do Porto, vai acontecer em streaming. O evento, que se afirma como “um canal complexo de cultura contemporânea da Europa de Leste” aliou-se à plataforma portuguesa de cinema independente Filmin, paratrazer uma lufada de ar fresco ao circuito do cinema em Portugal”.

Apresentado pela Associação Cultural OKNA, o Beast oferece, desde 2017, opções culturais de 21 países mantendo o foco na diversidade. O mote reside na apresentação de “novas obras e talentos que representam as faces mais recentes do Leste no cinema”, de acordo com a organização.

Na edição virtual deste ano, que decorre entre 24 e 28 de março, a Roménia está em destaque no programa Focus Country. Inserida nesta temática está a exibição do aclamado documentário Ivana The Terrible, a segunda longa-metragem da realizadora Ivana Mladenović. A obra “desafia o espectador com uma narrativa documental que testa os limites entre drama, comédia e não-ficção ao conduzir a protagonista, residente em Bucareste, ao longo de uma visita à sua pequena cidade natal”.

O programa também incluirá sessões dedicadas a outros documentários da Roménia, como o longa Acasa, My Home, premiado pelo Festival de Sundance do ano passado, o The Distance Between Me and Me , das realizadoras Dana Bunescu e Mona Nicoară, ou ainda o The Soviet Garden, assinado pelo diretor Dragos Turea.

Imagem cedida pela Beast IFF

Para além do Focus Country, as seções competitivas EastWave, EastDoc e experimentalEAST estão, como habitualmente, no centro do programa. Neste âmbito serão apresentadas médias e curtas metragens dedicadas à divulgação do trabalho de talentos emergentes. Aqui o cardápio inclui desde comédias irreverentes e absurdas, como a curta eslovaca Sh_t Happens, ao retrato do nascimento de um fenómeno artístico na cidade de Minsk, em Pure Art, passando ainda pelo “abstracionismo sensível” de Aleph Zeta (XVII): A estrela, filmado no Panamá e no deserto do Atacama.

Todas os filmes, assim como o programa V4 Screen, estarão disponíveis até 4 de abril para subscritores da Filmin Portugal, ou por meio do formato pay-per-view da plataforma.

Além do streaming, serão divulgados eventos e conteúdos em plataformas como Vimeo, YouTube, Twitch, Facebook e Instagram. No final de março, após o término do festival, a organização irá manter exibições mensais e eventos no âmbito do Beast.

Texto por Sofia Craveiro
Fotografia via Unsplash
O Gerador é parceiro da Beast IFF

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal clica aqui.