Os Blind Zero celebram este ano os 25 anos de carreira pelos mesmos clubes onde tudo começou: Porto, Vigo e Aveiro.

Em 1994, cinco miúdos, oriundos do Porto, juntam-se para se fazerem ouvir. Inspirados pelo grunge e as sonoridades rock da altura, marcaram a história da música portuguesa ao serem a primeira banda com um álbum de rock cantado em inglês. “Trigger”, o primeiro passo dos Blind Zero, mostrou-se brilhante ao ganhar o galardão de disco de ouro. 

Os anos passaram, celebraram os seus aniversários das mais diversas maneiras e souberam contornar os efeitos do tempo acompanhando-o e reinventado-se a cada álbum. 2019 marca o vigésimo quinto aniversário de uma das mais antigas bandas de rock alternativo portuguesas. Para tal, foram marcadas cinco datas nos clubes que viram tudo começar. 

Após terem esgotado o Clube de Vila Real e o Carmo 81, em Visei, o primeiro espaço a receber a banda portuguese que conta com mais de oito álbuns de originais editados, para o vigésimo quinto aniversário, é o Maus Hábitos, no Porto, no dia 4 de Maio, seguido da Fábrica de Chocolate em Vigo no dia 11, acabando no dia 24 no Avenida, em Aveiro.

Cinco datas e cinco espaços que têm como objetivo recordar o longo percurso da banda, mas também o fervoroso desejo de criar e recomeçar a cada disco, sendo essa uma das maiores motivações dos Blind Zero, que souberam, em 2009 ultrapassar uma crise criativa que quase os levou ao hiatus. 

Para além destes cinco concertos de celebração, os Blind Zero regressam aos grandes palcos para continuarem a tocar as músicas que marcaram estes 25 anos. E quem sabe um novo álbum para breve. 

Texto de Rita Matias dos Santos
Fotografia de João Paulo Wadhoomall

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.