A Braga’27, a candidatura de Braga a Capital Europeia da Cultura 2027, está à procura de projetos artísticos para serem incluídos no programa artístico a ser implementado, caso a cidade receba o título. As candidaturas estão abertas até 13 de maio no site da candidatura e são dirigidas a cidadãos, operadores culturais, instituições e artistas, naturais, residentes ou com atividade no concelho de Braga, que queiram apresentar propostas dentro das seguintes linhas de ação: natureza, herança, bem-estar e vizinhança.

Dentro das quatro linhas de ação, os participantes devem procurar responder: Natureza (projetos que criem espaços e programas artísticos que promovam o contacto com a natureza); Herança (projetos que consciencializem as comunidades para o valor do património cultural como fator de coesão e pertença); Bem-estar (projetos que promovam práticas artísticas articuladas de promoção de um bem-estar físico e mental) e Vizinhança (projetos de mediação artística que criem laços intergeracionais e interculturais).

As propostas devem promover a cidadania participativa e o envolvimento das comunidades, numa relação com o espaço público. Os participantes podem propor até três ideias dentro destas linhas de ação, sendo que cada proposta deve responder apenas a uma linha de ação.

Após o fecho da convocatória, 13 de maio, a Braga’27 vai analisar os projetos e as propostas selecionadas serão integradas no programa artístico, que será apresentado no dossier de candidatura da cidade a Capital Europeia da Cultura 2027. Se Braga acolher o título, decisão que é anunciada apenas em 2023, as propostas selecionadas nesta convocatória serão implementadas.

Podes encontrar aqui formulário e o regulamento de apresentação.

A Capital Europeia da Cultura é um dos projetos da União Europeia com maior reconhecimento internacional e nasceu em 1985 a partir da iniciativa de uma mulher, Melina Mercouri, então Ministra da Cultura grega. A ideia consiste em colocar as cidades no centro da vida cultural da Europa.

De momento, a Comissão Europeia definiu que, em 2027, duas cidades serão Capital Europeia da Cultura – uma em Portugal e outra na Letónia. Em novembro de 2020, o Ministério da Cultura português publicou um convite à apresentação de candidaturas sendo que, até ao momento, onze cidades já manifestaram publicamente interesse em receber o título. Para além de Braga, as cidades de Aveiro, Coimbra, Évora, Faro, Funchal, Guarda, Leiria, Oeiras, Ponta Delgada e Viana do Castelo estão neste momento a preparar as suas candidaturas, centradas na criação de um programa cultural com uma forte dimensão europeia e que devem ser entregues até 23 de novembro de 2021.


* O artigo surge a propósito da parceria entre o Gerador e a Braga´ 27 (Capital Europeia da Cultura).


Texto de Isabel Marques
Fotografia de Lais Pereira