A Câmara Municipal de Viseu aprovou esta semana, em reunião do executivo, um conjunto de medidas de apoio a diversas áreas de atividade, nomeadamente a cultura, para fazer frente à pandemia de covid-19 e ao impacto que a atual conjuntura tem provocado.

Na área da cultura, o executivo camarário aprovou a reprogramação e recalendarização dos projetos aprovados a instituições culturais para 2020 no âmbito do programa Viseu Cultura e ao abrigo do pacote de medidas Viseu Ajuda+.

De acordo com a autarquia, esta decisão irá permitir a abertura de uma "janela de diálogo com 39 promotores culturais e artistas, tendo em vista a viabilização de todos os projetos aprovados para 2020, e especialmente daqueles que possam ter sido e sejam ainda afetados pela crise da pandemia".

Além da possibilidade de reagendamento de festivais e espetáculos (nos termos fixados por legislação nacional) e da reprogramação de atividades, os promotores de projetos aprovados no Viseu Cultura poderão ainda, com esta medida, converter até 25% do financiamento municipal em conteúdos digitais, a realizar no curto prazo. "Esta inovação – inédita no programa e no contexto municipal do país – poderá representar cerca de 150 mil euros de investimento em conteúdos e atividades culturais eletrónicas, realizadas à distância", acrescenta a autarquia.

Em simultâneo, o município iniciou já o pagamento de 30% dos projetos contratualizados, em modo de adiantamento, garantindo a renovação desse volante financeiro aquando da apresentação de despesas.

Texto de Ricardo Ramos Gonçalves
Fotografia de Hal Gatewood via Unsplash

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.