Até às 17h00 do dia 18 de Novembro de 2020, é possível concorrer para o apoio complementar a projectos seleccionados pelo Programa Europa Criativa Cultura, anunciou, no dia 29 de Outubro, a Direção-Geral da Artes. Este apoio “permite assegurar parte do autofinanciamento exigido e aprovado nas linhas de financiamento de projetos de Cooperação Europeia (Líderes e parceiros) e Plataformas Europeias (Líderes).”

O montante global disponível é de 450 mil euros, o que corresponde a 150 mil euros por ano, até 2022, sendo que 60% se destina a entidades líderes e 40% a entidades parceiras.

As áreas artísticas contempladas são as artes performativas (circo contemporâneo e artes de rua, dança, música e teatro), as artes visuais (arquitetura, artes plásticas, design, fotografia e novos media) e o cruzamento disciplinar.

Nas entidades elegíveis, encontram-se “pessoas coletivas de direito privado com sede em Portugal, que exerçam a título predominante atividade profissional numa ou mais das áreas previstas (…) e que cumpram um dos seguintes requisitos:
a) Entidades líderes ou parceiras em projetos selecionados pelo Programa Europa Criativa, subprograma Cultura, na linha de financiamento a Projetos de Cooperação Europeia;
b) Entidades líderes de projeto / entidades coordenadoras de projetos selecionados pelo Programa Europa Criativa, subprograma Cultura, na linha de financiamento a Plataformas Europeias”, continua a ler-se no site da DGArtes.

As candidaturas são enviadas electronicamente, através do preenchimento e submissão online do formulário, a estas destinado, e dos documentos anexos solicitados.

Sabe mais aqui.

Texto de Raquel Botelho Rodrigues

Fotografia de Christin Hume