fbpx

Apoia o Gerador na construção de uma sociedade mais criativa, crítica e participativa. Descobre aqui como.

Candidaturas para a Primeira Edição do Prémio Jornalismo Vicente Jorge Silva abertas até 1 de junho

A Imprensa Nacional – Casa da Moeda S.A (INCM) divulgou, esta terça-feira, o regulamento e…

Apoia o Gerador na construção de uma sociedade mais criativa, crítica e participativa. Descobre aqui como.

A Imprensa Nacional – Casa da Moeda S.A (INCM) divulgou, esta terça-feira, o regulamento e o prazo de candidaturas para a Primeira Edição do Prémio Jornalismo de Excelência Vicente Jorge Silva. Uma iniciativa, e uma homenagem a uma figura do jornalismo nacional, que pretende distinguir trabalhos que reforcem os diferentes estilos jornalísticos da imprensa escrita. Estilos esses como a investigação, a reportagem ou a análise, contribuindo para uma sociedade mais informada, esclarecida e democrática.

Desde 16 de março, que qualquer jornalista que tenha um trabalho jornalístico publicado entre 1 de janeiro de 2020 e 31 de dezembro de 2020 pode submeter a sua candidatura. A peça vencedora, que tem de estar publicada num meio de âmbito regional ou nacional, português, será premiada no valor de cinco mil euros, independentemente do meio de difusão utilizado pelo órgão de comunicação, desde que seja em formato escrito.

Cada autor ou grupo pode apresentar dois trabalhos. Podem concorrer jornalistas, qualquer que seja a sua nacionalidade, desde que titulares de Carteira Profissional, de Cartão equiparado a jornalista, de Cartão de correspondente estrangeiro ou de Título Provisório de Estagiário em Portugal. As candidaturas devem ser submetidas até ao dia 1 de junho de 2021, por via eletrónica, através do preenchimento do formulário disponível no site do prémio.

Presidido por Nicolau Santos, Presidente da Agência Lusa, o júri do prémio será ainda composto por Manuel de Carvalho, Diretor do jornal Público, João Vieira Pereira, do jornal Expresso, Teresa de Sousa, do jornal Público, dois meios de comunicação marcantes na carreira de Vicente Jorge Silva, e ainda Daniela Maria, jornalista reformada da Antena 1 Madeira.

Em nota de imprensa, Gonçalo Caseiro, Presidente do Conselho de Administração da Imprensa Nacional – Casa da Moeda, afirmou que “é com um sentido maior de serviço público que prosseguimos a missão de contribuir para uma sociedade informada e livre com esta iniciativa, relembrando a importância do trabalho e do rigor do Vicente Jorge Silva no jornalismo, não podendo deixar de apoiar e incentivar aqueles que continuam a escrever em língua portuguesa.”

A imagem e a identidade do prémio foram desenvolvidas por Henrique Cayatte, designer e ilustrador português com uma carreira marcada pelas colaborações com a área editorial da INCM. Convidado por Vicente Jorge Silva para integrar a criação do jornal Público, Henrique Cayatte foi ainda cofundador, editor gráfico, ilustrador e autor do design de toda a publicação e suplementos do jornal. Para a marca deste prémio o designer português optou pela representação, em três retângulos, dos jornais que marcaram a vida de Vicente Jorge Silva: o Comércio do Funchal, o Expresso e o Público.

Texto de Isabel Marques
Fotografia da cortesia da organização

Se este artigo te interessou vale a pena espreitares estes também

24 Julho 2024

Seia: Terrenos agrícolas vão ser “ocupados” com cultura durante 9 dias

17 Julho 2024

Mais de 1800 pessoas e entidades defendem “liberdade de escrever, de publicar e de ler”

10 Julho 2024

Junho de 2024 foi globalmente mais quente do que qualquer junho de que há registo

4 Julho 2024

Porto: novo programa apoia melhorias na casa de pessoas com deficiência

25 Junho 2024

Último Recurso esteve no principal fórum climático que prepara as decisões da COP29

11 Junho 2024

Prémio Fundações vai dar 50 mil euros a projetos de arte, ciência, cidadania e solidariedade

4 Junho 2024

Irene Flunser Pimentel: “o identitarismo é a grande arma da extrema-direita”

28 Maio 2024

Tiago Fortuna: “a deficiência é um espaço de combate para quem a habita”

21 Maio 2024

Mulheres na política: movimento cívico quer subir o limiar da paridade para 50%

15 Maio 2024

No IndieLisboa 2024 o “olhar atento e urgente sobre o mundo” ecoa em todos os filmes

Academia: cursos originais com especialistas de referência

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Viver, trabalhar e investir no interior [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Iniciação ao vídeo – filma, corta e edita [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Fundos Europeus para as Artes e Cultura II – Redação de candidaturas [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Criação e manutenção de Associações Culturais (online)

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Narrativas animadas – iniciação à animação de personagens [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Financiamento de Estruturas e Projetos Culturais [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Escrita para intérpretes e criadores [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Introdução à Produção Musical para Audiovisuais [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Jornalismo e Crítica Musical [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Planeamento na Produção de Eventos Culturais [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Soluções Criativas para Gestão de Organizações e Projetos [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Comunicação Cultural [online e presencial]

Duração: 15h

Formato: Online

Investigações: conhece as nossas principais reportagens, feitas de jornalismo lento

22 Julho 2024

A nuvem cinzenta dos crimes de ódio

Apesar do aumento das denúncias de crimes motivados por ódio, o número de acusações mantém-se baixo. A maioria dos casos são arquivados, mas a avaliação do contexto torna-se difícil face à dispersão de informação. A realidade dos crimes está envolta numa nuvem cinzenta. Nesta série escrutinamos o que está em causa no enquadramento jurídico dos crimes de ódio e quais os contextos que ajudam a explicar o aumento das queixas.

5 JUNHO 2024

Parlamento Europeu: extrema-direita cresce e os moderados estão a deixar-se contagiar

A extrema-direita está a crescer na Europa, e a sua influência já se faz sentir nas instituições democráticas. As previsões são unânimes: a representação destes partidos no Parlamento Europeu deve aumentar após as eleições de junho. Apesar de este não ser o órgão com maior peso na execução das políticas comunitárias, a alteração de forças poderá ter implicações na agenda, nomeadamente pela influência que a extrema-direita já exerce sobre a direita moderada.

A tua lista de compras0
O teu carrinho está vazio.
0