No próximo sábado e domingo, a Casa do Capitão, Lisboa, vai receber a primeira edição do mercado de negócios da Afrolink, projecto que junta que junta profissionais africanos e afrodescendentes residentes em Portugal – ou com ligação ao país. A entrada é livre.

A iniciativa terá lugar nos dias 31 de julho e 1 de agosto, na “Pastelaria” da Casa do Capitão, entre as 10h e as 15h30, com o propósito de "partilhar experiências, valorizar competências, criar alianças, divulgar e suportar negócios", lê-se no comunicado de imprensa.

Para além da promoção e serviços, o programa integrará ainda ofertas musicais e rodas de conversas, culminando com uma emissão presencial do talkshow online O Lado Negro da Força, com a deputada Beatriz Gomes Dias.

Abrindo no Dia da Mulher Africana, que se assinala no sábado, 31 de julho, a iniciativa vai contar com representantes de negócios na área da literatura, artes visuais, beleza e bem-estar, gastronomia, vestuário, acessórios de moda, artesanato e fotografia. No plano da música, estão alinhados concertos de Bárbara Whanon, autora do projecto solidário “7 Dias, 7 Mornas”, lançado durante a sua primeira viagem à Ilha da Boavista, em Cabo Verde, e o djset de Lady G Brown, "numa incursão pelo melhor groove da música africana."

Numa parceria desenvolvida com a INMUNE – Instituto da Mulher Negra em Portugal, o Mercado de Negócios da Afrolink integrará ainda um laboratório de fotografia, uma oficina de palavras, e uma roda de conversa sobre o documentário As vozes da Mulher Negra.

Texto de Flávia Brito
Fotografia via Unsplash

Se queres ler mais notícias sobre sociedade em Portugal, clica aqui.