Quinta-feira é dia de nos sentarmos à conversa na Central Gerador, sempre com três convidados que vêm até ao Lumiar, em Lisboa, para nos ajudar a responder a uma pergunta. No dia 6 de Junho às 19h30 queremos descobrir, afinal, como criar uma publicação independente.

Para isso, o Gerador desafiou a Ana Braga, da Triciclo Editora, a Rosa Azevedo da Snob e o Hugo Soares da Oficina do Cego. Curioso para descobrir mais sobre cada um dos convidados?

Ana Braga | Triciclo Editora

Nasceu em Lisboa em 1984. Formou-se em arquitectura e estudou design gráfico na Restart, BD e ilustração no Ar.Co.

Desde 2014 que colabora com edições independentes em editoras como Meus Senhores e Dor de Cotovelo. Fundou em 2017 a editora Triciclo, sediada em Lisboa e dedicada a zines infantis, com Inês Machado e Tiago Guerreiro que, desde aí, publica zines, livros de artista infantis, jogos e, ainda, uma revista chamada Triciclo.

Hoje trabalha em design gráfico, ilustração, gravura e na concepção e orientação em actividades educativas e workshops de ilustração para crianças e adultos.

Rosa Azevedo | Snob

Formada em Literatura Portuguesa e Francesa com especialização em Literaturas do Mundo e mestrado em Edição de Texto.

Desde 2007 tem feito vários cursos de literatura portuguesa e hispano-americana, para além de trabalhos ligados a literatura, a surrealismo e edição independente. É livreira, editora e programadora cultural da Livraria Snob. Mantém o blog estórias com livros.

Hugo Soares | Oficina do Cego

Hugo Soares é o presidente da Associação Oficina do Cego, uma associação congregadora de pessoas que partilham interesse na utilização de técnicas de impressão, tipografia de caracteres móveis, gravura e serigrafia. É também coordenador do Curso de Auto-Edição da Oficina do Cego, que já vai na sua sétima edição, formador e investigador na área da História das Ciências.

De 31 de Maio a 30 de Junho celebramos os 5 anos do Gerador com um mês de programação na Central Gerador, o novo espaço do Gerador no Lumiar, em Lisboa. Sempre de quinta a domingo, das 12h às 24h, com cinema, conversas, exposições, poesia, dj sets ou mesmo feiras que invadem o incrível Largo das Conchas. O Café Central estará também aberto de quarta a domingo com petiscos e bebidas que aconchegam o estômago e elogiam a gastronomia portuguesa.

As próximas conversas na Central Gerador já estão agendadas:

13 de Junho | Como fazer cultura para a infância?

20 de Junho | Como fazer a curadoria de uma exposição?

27 de Junho | Como programar um festival de cinema?

A entrada é livre.

Onde fica a Central Gerador?

A entrada faz-se pela Rua Luis Pastor de Macedo, nas traseiras do edifício da Junta de Freguesia do Lumiar, pelo portão verde que estará aberto. A Central Gerador fica no Largo das Conchas, Casa da Cidadania, nº 5, Lumiar (Lisboa).