Não sendo uma estreia para si, a cantora, compositora, atriz e modelo norte-americana sobre aos palcos portugueses passando por Lisboa, Arcos de Valdevez e Guarda. Em tempos designada como uma das "musas de Davis Lynch", a artista distingue-se por uma bagagem que se alimenta de elementos dinâmicos teatrais nos seus espetáculos e uma voz singular.

De 10 a 12 de fevereiro, a artista passará pelo Auditório Carlos Paredes, em Lisboa, a Casa das Artes, em Arcos de Valdevez e pelo Teatro Municipal da Guarda.

Chrystabell faz de cada performance sua algo singular incorporando elementos dinâmicos teatrais nos seus espetáculos, assim como a voz "etérea" que se faz ouvir. A sua música intitula-se como "um misto de cabaret, soul, experimentação eletrónica e pop ‘noir’ futurista."

Distinguindo-se pela longa bagagem e pelas colaborações que a fizeram acompanharam David Lynch - participou na icónica série Twin Peaks - a artista tem registado uma identidade sonora que não escapa a quem a ouve. O seu mais recente trabalho “Midnight Star” foi lançado no dia 21 de janeiro e será algo que assinala a sua chegada a Portugal.

Os single “Midnight Star” e “Suicide Moonbeams” são as primeiras amostras do novo álbum.

Single Midnight Star

Nos últimos anos, a artista fez digressões em 36 países e 90 cidades e partilhou o palco com artistas como Willie Nelson, Brian Setzer, Donovan, Moby, a banda Yes, Anna Calvi, membros da banda King Crimson, Adrian Utley dos Portishead e David J dos Bauhaus, entre outros.

Em 2017 lançou “We Dissolve”, um álbum de estúdio produzido por John Parish (premiado com um Mercury Prize), colaborador e produtor de longa data de PJ Harvey. Já em 2021, a artista juntou-se a Marc Collin (dos Nouvelle Vague) para recriar canções clássicas dos The Cure no álbum “Strange as Angels”.

Desde a sua primeira aparição na banda sonora para o filme “Inland Empire” com a música que co-escreveu com David Lynch, intitulada de “Polish Poem”, o duo artístico lançou mais dois álbuns: “This Train” (2011) e “Somewhere in Nowhere” (2016), ambos produzidos e co-escritos por Lynch. O seu último papel como atriz foi na série de culto “Twin Peaks: The Return”, nomeada para melhor série da década pela Time Magazine. Como modelo, Chrystabell foi destaque na Vogue Italia, W, The Observer , Rolling Stone, Le Figaro Magazine, Elle e outras publicações.

Texto de Patrícia Silva
Fotografia da cortesia da artista
Se queres consultar mais notícias, clica aqui.