O ciclo Cinema à Janela, organizado pelo Cineclube de Faro, trocou as cadeiras vermelhas da sala de cinema pelas janelas, e o ecrã pelas paredes de prédios. As projecções tiveram início no passado dia 18 de Abril, com Charlie Chaplin, comemorando o seu nascimento.

As moradas variam, mas o dia da semana e a hora, não. Todos os sábados, pelas 21h30, decorre esta sessão ao ar livre, que privilegia o cinema mudo, cumprindo-se a colectividade que caracteriza o cinema e a capacidade de chegar "a casa de cada um", como defende Carlos Rafael, presidente do Cineclube, em declarações à Lusa. Este programa integrará as comemorações da cidade do 25 de Abril. Porém, o filme ainda está por anunciar.

O farenses são convidados a colaborar na programação, sugerindo filmes e fachadas da cidade, através do correio eletrónico cineclubefaro@gmail.com.

No dia 26 de Abril, a celebração de Chaplin continuará, juntamente com a homenagem aos sócios honorários do Cineclube de Faro, com um cine-concerto do músico português Charlie Mancini, que improvisará a banda sonora das curtas-metragens de Chaplin. Este evento poderá ser acompanhado através da página de Facebook do Cineclube de Faro, pelas 15h00.

O mês de Maio é uma proposta para a reflexão e discussão de filmes eleitos pelo público, a partir das escolhas de realizadores portugueses e cineclubistas mundias, disponibilizadas no sítio oficial do CCF, votados até dia 28 de Abril, através do e-mail formacaoccf@gmail.com. Este momento é intitulado de "Cine-Conversas" e realizar-se-á todas as quartas-feiras, pelas 17h00, via Whatsapp. No site do CCF, poderás encontrar o procedimento para a participação. No dia 30 de Abril, será revelada a programação.

Texto de Raquel Botelho Rodrigues

Fotografia disponível na página de Facebook do Cineclube de Faro