fbpx
Menu Grande Pesquisa
Carrinho0

Coimbra volta a acolher o projeto RE/FORMA para a sua edição de outono e inverno

A arte e a natureza voltam a unir-se no evento RE/FORMA, que tomará lugar no Jardim Botânico da Universidade de Coimbra e no Seminário Maior de Coimbra, nos dias 1 e 2 de outubro.

RE/FORMA durante a sua edição de verão, na Capela de São Bento. Fotografia da cortesia da agência Blue House

“O RE/FORMA é um evento multidisciplinar que visa celebrar, de forma ativa e crítica, os 250 anos da Reforma Pombalina na Universidade de Coimbra”. Em junho de 2022, o Jardim Botânico da Universidade de Coimbra e o Seminário Maior de Coimbra acolheram um conjunto de atividades “que colocaram em diálogo a Arte, a Natureza, a Ciência e a Educação”. Em outubro, os mesmos locais irão ser novamente o cenário para este projeto que procura contribuir para a regeneração do ambiente cultural da cidade.

Tal como adiantou a organização, nos dias 1 e 2 de outubro o evento irá ocupar novos espaços com atividades para todas as idades, “tais como a Estufa Tropical ou o Tanque do Bambuzal, num processo de contínua valorização dos diferentes locais que compõem a singularidade do Jardim Botânico da Universidade de Coimbra”. Poderás contar com uma programação repleta de concertos, visitas guiadas e oficinas.

No dia 1, sábado, destaca-se o espetáculo “Ruído Vário” que irá decorrer no Tanque, “um espaço singular e pouco aproveitado”. Realizado pela cantora da banda Ban, Ana Deus, e pelo músico carioca, Luca Argel, o espetáculo “transforma e atualiza” a obra de Fernando Pessoa, unindo a voz, a guitarra e a poesia. Às 19h30, o Seminário Maior de Coimbra irá receber, no Salão de São Tomás, o concerto de Tó Trips, “imerso nas projeções do fotógrafo Pedro Medeiros, especialmente preparadas para este evento”. Já durante a noite, por volta das 22h00, o guitarrista brasileiro Yamandu Costa irá atuar na Estufa Tropical, “dando oportunidade às pessoas de descobrirem este local durante a noite, o que normalmente não é possível”.

No segundo dia do RE/FORMA, domingo, salienta-se a Leitura Sonora executada por Miguel Gouveia e intitulada “CAULE”.  Sendo a botânica o ponto comum entre o autor e os ouvintes, e o Jardim Botânico o cenário principal, será feita “a sementeira de textos que prometem bom fruto”. Sucede-se, às 16h00, a atuação de Maree Lawn na Estufa Fria do Jardim. “O seu projeto a solo é uma exploração sonora autobiográfica ao interior do seu próprio mundo”, declarou a organização.

O evento terminará com o concerto “A Azenha”, em que a artista plástica e baixista dos Linda Martini, Cláudia Guerreiro, irá criar “cenários de cor e papel, usando figuras em jeito de marionetas e movimentando luz num vidro que é filmado e projetado”, ao som da guitarra de Rui Carvalho.

O RE/FORMA é um projeto apoiado e financiado pela Direção-Geral das Artes e pela República Portuguesa, e é media partner do Gerador. Toda a programação pode ser consultada na íntegra online.

NO GERADOR ABORDAMOS TEMAS COMO CULTURA, JUVENTUDE, INTERIOR E MUITOS OUTROS. DESCOBRE MAIS EM BAIXO.

Já pensaste em tornar-te sócio gerador?

Ser Sócio Gerador é ter acesso à assinatura anual da Revista Gerador (4 revistas por ano), a descontos nas formações da Academia Gerador, passatempos exclusivos, experiências e vantagens na cultura.

A tua lista de compras
O teu carrinho está vazio.
0