No dia 29 de Abril, pelas 11h30, a Companhia Paulo Ribeiro vai comemorar o Dia Mundial da Dança, com "Last at home", um projecto que parte do espectáculo "Last", de São Castro e António Cabrita, directores artísticos da Companhia.

Esta iniciativa destina-se ao online, tratando-se de uma criação que assume o contexto pandémico que atravessamos e provem do desejo de continuar a criar e a partilhar. Foi, então, "feita à medida dos tempos que vivemos", assumindo que o público e a apresentação são conceitos em transformação e há que assumi-los. Os bailarinos, Ana Moreno, Ester Gonçalves, Guilherme Leal, Miguel Santos, Rosana Ribeiro e Laura Abel, interpretaram e gravaram um excerto de Last, a partir das suas casas. A direcção de São Castro e António Cabrita fez-se presente através da realização e edição de vídeo, que procura recriar "a ligação entre os corpos, neste caso, distantes." A distância transforma a vivência do espectáculo, a emoção do face a face. Contudo, os directores artísticos consideram que "diferentes aproximações podem gerar novas ligações, em particular neste ano em que a Companhia Paulo Ribeiro comemora 25 anos de existência", partilham com a Lusa.

Esta iniciativa tem como fundo um sentido de responsabilidade perante o duro cenário dos profissionais do sector. Os bailarinos serão remunerados por esta peça. “Fizemo-lo reagindo e contribuindo, à nossa escala, para minimizar o impacto vivido pelos profissionais das artes performativas que riscaram das suas agendas o trabalho e os meios de subsistência dos próximos meses", dizem os coreógrafos à agência.

A música do espectáculo Last, estreado em Setembro de 2919, que acabou por ser cancelado, mantem-se. Serão os últimos quartetos de cordas de Beethoven, interpretados pelo Quarteto de Cordas de Matosinhos, que acompanharão os bailarinos.

Podes assistir na página de Facebook ou no canal Vimeo da CPR.

Sabe mais aqui.

Texto de Raquel Botelho Rodrigues

Fotografia disponível na página de Facebook da Companhia Paulo Ribeiro