O Westway Lab Festival é um laboratório de experimentação com vista ao estímulo da criatividade. Neste contexto, Guimarães vai receber novamente artistas aclamados e emergentes, internacionais e nacionais, inovadores e puristas entre os dias 15 e 18 de abril. Já se conhecem os primeiros nomes do cartaz.

Este ano o foco do evento é o cruzamento entre a música e o cinema, nomeadamente através da existência e promoção de vários filmes-concerto. É neste contexto que Rodrigo Areias estreia Surdina, um filme acompanhado por uma banda sonora ao vivo protagonizada por Tó Trips, sendo que A Casa na Praça Trubnaia, de Boris Barnet, também será musicado ao vivo por Mão Morta Redux.

Em relação aos conferencistas profissionais da indústria internacional da música, destaca-se o agente Rob Challice da Paradigma Agency – uma figura intimamente associada a projetos com Bon Iver ou Sufjan Stevens e que agora se encontra no painel de speakers internacionais. Todas as conferências realizam-se no Palácio Vila Flor e, até ao momento, há outros nomes entre os oradores: Peter Jenner (Syd Barrett’s Pink Floyd, T. Rex, The Clash), Keith Harris (Stevie Wonder), Helen Smith (IMPALA), Daryl Bamonte (Depeche Mode / The Cure / Schubert Music Publishing), Charles Caldas (MERLIN) e David Ferreira (EMI-Valentim de Carvalho).

Este ano há ainda uma novidade. O Palco Antena 3 vai apresentar uma curadoria musical própria através da sua aposta em diversas bandas. Contudo, a lista de concertos de músicos nacionais e internacionais ainda vai ser revelada. Este ano concorreram mais de 1200 bandas ao Open Call dos City Showcases. Entre os nomes confirmados destacam-se Misia Furtak (PO), AKA Neomi (SI), Carnival Youth (LV) ou Hickeys (ES), bem como bandas das redes ETEP (European Talent Exchange Programme) e INES (Innovation Network of European Showcases).

Além de showcases e conferências há também residências artísticas multinacionais a decorrerem uma semana antes do evento começar. Deste modo, oito artista instalam-se no Centro de Criação de Candoso, em Guimarães, para criarem uma nova música de modo colaborativo.

O Early Bird, já disponível e limitado a 200 unidades, permite assistir a todos os concertos da 7.ª edição do Westway por 10€.

Texto de Mafalda Lalanda
Imagem via Comunicação do Westway Lab Festival

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.