A nona edição do Concurso Sardinhas Festas de Lisboa’19 abriu hoje, contando este ano com uma competição destinada às escolas de ensino básico do país, anunciou hoje a EGEAC – Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural.

A campanha, que decorre até 27 de março, tem este ano o lema “100% Sardinha”, em “tons verdes” e “amiga do ambiente”, e sugere os temas “Abaixo o carbono, viva o Ómega 3”, “Baixo Consumo, Brilho Natural” e “Pegada Zero, Flutuação Máxima”, anunciou a empresa municipal.

Em paralelo, a EGEAC lançou este ano o concurso Turma da Sardinha, dirigido à comunidade escolar do Ensino Básico de todo o país, cujas propostas podem ser enviadas até 30 de abril.

“Ao longo dos anos fomos percebendo que, apesar da participação regular das escolas, poucas ou nenhumas ganharam prémios, dados os milhares de sardinhas que recebemos anualmente de todo o mundo. Garantir a atribuição de um prémio para as escolas é uma forma de democratizar ainda mais este concurso, criando um patamar de competição mais equitativo para o público-alvo escolar”, afirmou a presidente da EGEAC, Joana Gomes Cardoso, numa nota.

A responsável destacou ainda que o concurso tem “vindo a reforçar uma mensagem de sensibilização para as questões ambientais e da sustentabilidade”, pelo que a participação das escolas pode estimular a criatividade e contribuir para formar os valores sociais e cívicos dos seus alunos.

O Concurso Sardinhas Festas de Lisboa’19 premeia cinco candidaturas com 2.000 euros.

O público pode eleger mais cinco menções honrosas através de uma votação nas redes sociais.

A escola vencedora da Turma da Sardinha também receberá um prémio no valor de 2.000 euros e a sua proposta será incluída na campanha de comunicação das Festas de Lisboa’19, juntando-se às restantes vencedoras.

Todos os vencedores serão anunciados até 31 de maio.

O regulamento do concurso está disponível no site www.culturanarua.pt.

Texto de Lusa
Fotografia da EGEAC

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.