A celebrar 20 anos de existência, o festival literário Correntes d’Escritas, na Póvoa de Varzim, irá ter em 2019 a maior programação de sempre com mais de 140 autores de vinte países de língua portuguesa e espanhola. A edição deste ano irá contar ainda com a presença de dois presidentes da República.

O Presidente da República Portuguesa, Marcelo Rebelo de Sousa, irá presidir à cerimónia de abertura do Correntes d’Escritas, que decorre de 16 a 27 de fevereiro, aquando do anúncio dos prémios literários. Já o escritor e Presidente da República de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca, irá proferir a conferência inaugural, sobre "As letras da língua e a mobilidade dos criadores na CPLP".

A 20ª edição que terá lugar Cine-Teatro Garrett, no centro da Póvoa de Varzim, vai receber um prémio Cervantes, o nicaraguense Sergio Ramírez, prestes a lançar "Já ninguém chora por mim" em Portugal, três prémios Camões (Arménio Vieira, Germano Almeida e Hélia Correia) e cinco prémios literários Casino da Póvoa (Lídia Jorge, Ana Luísa Amaral, Manuel Jorge Marmelo, Juan Gabriel Vásquez, para além de Hélia Correia).

Durante o evento, o antigo ministro Guilherme d'Oliveira Martins vai estar na primeira mesa com o jornalista José Carlos de Vasconcelos, seguindo-se uma sessão sob o tema "E livres habitamos a substância do tempo", com a participação de Ana Paula Tavares, Filipa Leal, Germano Almeida, Helder Macedo, Juan Gabriel Vásquez e Lídia Jorge.

Ao longo dos dias em que decorre o festival, a Póvoa de Varzim vai ainda receber nomes como o presidente do conselho de administração do grupo Impresa, Francisco Pinto Balsemão, a mais recente vencedora do prémio Vergílio Ferreira, Nélida Piñon, o galardoado com o prémio Leya de 2018, Itamar Vieira Junior, o espanhol Manuel Vilas ou a cantora Aldina Duarte.

O Correntes d'Escritas acolhe ainda lançamentos de livros, concertos e exposições, além de programar visitas a escolas por vários dos autores participantes.

Texto de Ricardo Ramos Gonçalves
Fotografia de Mahendra Kumar via unsplash

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.