No dia 28 de Maio, pelas 16h00, na plataforma Zoom, realizar-se-á o debate "Em tempos de pandemia, que perfil para um Director-Geral do Património Cultural?", promovido pela PATRIMONIO.PT.

"Nos tempos de crise que vivemos, e possivelmente mais do que nunca, o cargo de Director-geral do Património Cultural exige um perfil muito singular que efectivamente  defina e implemente estratégias consequentes e forçosamente inovadoras na área do património cultural para os longos meses que todos temos pela frente", lê-se no comunicado de imprensa.

Esta iniciativa parte da necessidade de reflectir sobre este cargo, as características que o profissional que o detém deve apresentar, bem como os conhecimentos que deve possuir "na área da gestão, do marketing, da comunicação", "da tecnologia, como forma de interacção com os visitantes virtuais ou reais", pois as estratégias para fazer face ao contexto pandémico têm potenciado o aumento dos primeiros, e mesmo o seu aparecimento, nalguns dos casos que não tinham esta possibilidade de interacção. No mesmo debate, procurar-se-á explorar, também, a dimensão legal deste cargo.

Maria Isabel Roque, historiadora e professora na Universidade Europeia e na Universidade Católica Portuguesa, e Nuno Vassallo e Silva, Museólogo e ex-Director-Geral do Património Cultural, assim como alguns dos colunistas da patrimonio.pt, moderados por Catarina Valença Gonçalves, directora-geral da Spira - revitalização patrimonial, partilharão as suas perspectivas e, no caso do segundo, a própria experiência.

Poderás ter acesso à reunião, aqui, utilizando o ID 948 4040 1194 e a senha "patrimonio".

Texto de Raquel Botelho Rodrigues

Fotografia disponível na página de Facebook de PATRIMONIO.PT