A Ó! Galeria foi a segunda galeria de ilustração a surgir em Portugal e começou no Porto, em 2009, pela mão da galerista Ema Ribeiro. Estendeu-se a Lisboa em 2015 e, em abril de 2020, foi anunciado o encerramento da galeria na capital. Na origem do encerramento está a quebra acentuada de vendas durante o período da quarentena conjugada com o elevado investimento na loja Ó! Cerâmica, que abrirá no Porto no dia 1 de junho.

A loja mãe no Porto ainda não está definitivamente segura e a Ó! Galeria está a apelar à atenção do público. “Conseguimos negociar com o senhorio e pagar metade da renda durante dois meses, mas é impossível manter os negócios e ao mesmo tempo apoiar os artistas. Ter uma loja aberta exige muitos encargos e despesas”, explica Ema Ribeiro em entrevista ao Observador. E acrescenta que é difícil sensibilizar as pessoas para a fragilidade do projeto porque “associam as galerias de arte a projetos com dinheiro e sem dificuldades, o que é errado.”

Apesar das circunstâncias adversas, estão duas iniciativas em curso para fortalecer a estrutura da Ó! Galeria e para continuar a dar visibilidade aos artistas com quem trabalha. Uma delas é o projeto Bóia, “uma iniciativa que busca mitigar as graves dificuldades enfrentadas por todo o setor da ilustração e, em particular, o da Ó! Galeria. Assim, cada ilustrador ofereceu uma ilustração, o estúdio [MAGO Studio] fez as impressões e todo o valor das vendas online e/ou físicas reverterá para manter a Ó! à tona”, lê-se no site.

Ema Ribeiro convidou quarenta e cinco artistas, entre os quais Mariana A Miserável, Tiago Galo, Tamara Alves, Carolina Celas, Uma Joana, Clara Não, Maria Herreros, David Penela ou Helena Pérez Garcia, a desenvolverem uma ilustração cada para depois serem impressas em risografia. Cada obra tem o preço de 12,30€ e pode ser comprada através do site da Ó! Galeria. Há oito ilustrações disponíveis e, até ao final do mês de maio, esperam-se mais trinta e sete.

A segunda iniciativa começou no final de março, chama-se Takeover, é online e permite aos artistas gerir a conta de Instagram da Ó! Galeria durante três dias, dando-lhes a possibilidade de partilhar os seus trabalhos, bem como o que está por detrás do processo criativo. Já por lá passaram a portuguesa Catarina Gomes e a norueguesa Skinkeape, as primeiras artistas a aceitar o desafio, e a Joana Estrela (@dortyparker) foi a ilustradora mais recente a expor na galeria online da Ó!.

“Em breve iremos também reorganizar o calendário expositivo”, adiantou Ema Ribeiro ao Observador. A galerista, mesmo não estando otimista com o que o desconfinamento pode provocar, não para de reinventar o que a Ó! Galeria pode trazer “à tona”. A loja fica na Rua Miguel Bombarda, 61, no Porto e pode ser visitada de segunda a sábado, entre as 14h00 e as 19h00.

Texto de Rita Dias
Fotografia de Michael M. Matias / Observador

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.